Cadastro PIS

Cadastro PIS 2020: Como fazer Inscrição, Quem tem Direito

O Programa de Integração Social ou simplesmente PIS como é mais conhecido foi criado por volta do ano de 1970 e de lá para cá beneficia, todos os anos, milhares de trabalhadores da iniciativa privada com uma bonificação pelo trabalho realizado no ano anterior. É ainda provável que muito mais pessoas que possuem o direito a receber o PIS não o estão recebendo devido ao fato de desconhecerem este mesmo direito e, do mesmo modo, não terem realizado o cadastro PIS 2020 para participar do programa.

Se você se encontra nesta situação, é muito importante que aprenda como efetuar o cadastro PIS 2020. Já que se trata de um dos programas de auxílio trabalhistas mais importantes para o brasileiro, podendo assim receber o seu abono. Confira.

Cadastro PIS
Cadastro PIS

Quem deve cadastrar o PIS/NIS?

Existem dois procedimentos conhecidos como “Cadastro no PIS”, conheça eles abaixo:

  • Antes do jovem fazer a carteira de trabalho, deve fazer o cadastro PIS, o mesmo é feito em agências da Caixa. Após isso, será possível encaminhar a carteira de trabalho;
  • O segundo caso, é quando o trabalhador é contratado em alguma empresa, e então seus dados são cadastrados junto ao sistema da Previdência Social. Sendo os empregadores os responsáveis por este cadastro.

Como se Cadastrar no PIS?

O cadastro é feito em uma única etapa. Geralmente é realizado pelo empregador, mas também pode ser feito pelo trabalhador. Neste último caso, você precisará se dirigir até uma agência da Caixa Econômica Federal munido dos seguintes documentos:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de Residência.

No banco, você deverá procurar o atendimento pessoal para solicitar o cadastramento no PIS. Em poucos instantes você receberá o seu número NIT (Número de Identificação do Trabalhador) que, através dele, o qual equivale ao PIS que será inserido em sua Carteira de Trabalho.

Como se cadastrar no PIS em uma Agência da Caixa

Como dito anteriormente, o cadastro PIS é obrigatório para que o jovem emita sua carteira de trabalho. Para isso, será necessário se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal com tais documentos em mãos:

  • Documento de identificação original com foto;
  • Comprovante de residência atualizado (de até 3 meses anteriores).
  • CPF.

O cadastro é feito na hora e o jovem sai de lá com seu número PIS em mãos. É possível ainda realizar este procedimento de forma online através do portal Dataprev.

Cadastro PIS Online – Para Trabalhadores

Também é possível realizar o cadastro PIS de forma online. Nesse caso, será necessário que você tenha alguns dados em mãos:

  • Nome completo;
  • Nome da mãe;
  • CPF;
  • Data de nascimento;
  • Documento de identidade – RG.

Com isso, você deverá:

  • Entrar no site do Ministério do Trabalho, clicando no link;
  • Clique no canto superior esquerdo da tela, e selecione a opção “inscrição”, em seguida selecione “filiado”;
  • Depois disso, você deve informar os dados exigidos.

Como as Empresas Cadastram o Funcionário?

Os empregadores que já possuem cadastro no programa, assim que recebem a documentação do novo trabalhador o cadastram em sua área especifica do referido programa. Aqueles que ainda não possuem o cadastro terão que realiza-lo pelo site da Caixa.

É fundamental para empresas que o funcionário possua cadastro no sistema. Pois é a única forma de garantir que o trabalhador tenha direito a benefícios trabalhistas como:

  • Aposentadoria;
  • Salário maternidade das trabalhadoras;
  • Abono salarial;
  • E também o auxílio doença do INSS.

Qual é o valor do abono do PIS?

O valor pago pelo Governo vai variar de acordo com o tempo de serviço do trabalhador com carteira assinada no ano base.

Segundo o cálculo do governo federal, cada mês trabalhado dá direito a 1/12 do valor do salário mínimo 2020, ou seja, R$ 84,00. Assim para receber o valor integral é necessário ter a carteira assinada durante todo o ano base.

Para receber o benefício,é necessário ter, pelo menos 30 dias de carteira assinada.  Confira abaixo a tabela de valores proporconais do Abono Salarial:

Proporção (meses trabalhados) Valor Abono 2020
1 R$ 84,00
2 R$ 167,00
3 R$ 250,00
4 R$ 333,00
5 R$ 416,00
6 R$ 499,00
7 R$ 583,00
8 R$ 666,00
9 R$ 749,00
10 R$ 832,00
11 R$ 915,00
12 R$ 998,00

Quem tem direito ao PIS?

É importante esclarecer este ponto uma vez que, muitos trabalhadores ainda desconhecem os requisitos e critérios do programa. Para isso é preciso que o trabalhador:

  • Esteja cadastrado no programa por pelo menos 5 anos;
  • Que receba, no máximo, 2 salários mínimos;
  • Que tenha trabalhado, no mínimo, 30 dias no ano anterior e com a carteira de trabalho assinada;
  • Que trabalhe em empresa de iniciativa privada.

Consulta PIS

Depois de ter o seu cadastro realizado, e seu benefício estar atualizado pelo empregador, é possível realizar um cadastro no site da Caixa para consultar informações referentes a alguns benefícios, como Abono Salarial, FGTS e Seguro Desemprego.

O cadastro é simples de ser feito, confira o passo a passo:

  • Acesse o site da Caixa, clicando aqui;
  • Informe o número do NIS;
  • Clique em Cadastrar Senha;

  • Siga as instruções de cadastro e conclua o mesmo;
  • Após isso, acesse novamente a página, informe o número do NIS e a senha cadastrada e clique em “OK”;
  • Agora, você poderá consultar todas as informações necessárias.

Diferença entre PIS e NIS

Você já deve ter ouvido falar do PIS e do NIS diversas vezes, mas, os dois possuem diferença. O NIS – Número de Identificação Social é feito na Caixa Econômica Federal, sua função é identificar os cidadãos que tem ou venham a ter direito a benefícios sociais.

Dessa forma, o NIS se transforma no PIS, isso acontece assim que se estabelece um vício empregatício. A inscrição do Número de Identificação Social passa a ser o PIS, ou então no caso do Abono Salarial aos trabalhadores públicos o PASEP.

Onde posso ver o Número do PIS?

A consulta do número do PIS é muito simples de ser feita, se você não sabe se possui cadastro ou não pode consultar o mesmo através dos seguintes meios:

  • Cartão Cidadão;
  • Carteira de Trabalho;
  • Solicitar no RH da empresa;
  • Pelo 0800 da Caixa ou pela internet;
  • Extrato FGTS.

Cadastro PIS – Considerações Finais

O pagamento do abono salarial é feito de acordo com as datas estipuladas pelo Governo em uma tabela anual. É importante ficar atento para não perder a data, pois o valor do abono, quando não é sacado, acaba retornando para sua origem e o trabalhador acaba o perdendo, ou seja, vai ter que esperar o novo ano para receber o seu beneficio. Então, fique atento!

Espero que esse artigo tenha te ajudado. Aproveite e o compartilhe em suas redes sociais com os seus amigos. Até a próxima!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *