5 Coisas a se pensar antes de cursar Direito

O curso de direito ainda é um dos mais concorridos na área de humanas. Também é um dos ofertar a maior quantidade de vagas no ensino superior do país, tanto em instituições públicas como privadas.

A carreira com certeza vale a pena, mas sempre é bom analisar todos os pontos antes de tomar a decisão. Para ajudar reunimos cinco coisas a pensar sempre antes de fazer o curso. Confira!

Fazer Direito na Faculdade

Conhecendo mais sobre o curso de Direito

Direito foi um dos primeiros cursos universitários do Brasil, por isso alguns o conhecem e compreendem como tradicional. Por muitos anos foi o preferido dos intelectuais, mas devemos lembrar não haver muitas opções nos primórdios do ensino superior no país como há hoje.

Com duração de cinco anos, é um curso focado na teoria do Direito. Isso quer dizer conhecer e entender bem as leis para fazer valerem os direitos dos cidadãos brasileiros. Em sala de aula aprende-se todos os grupos de lei em vigor no país e as diversas formas de aplicação dos órgãos responsáveis.

É um curso com ampla possibilidade de carreira, desde atuando como advogado a até concursos públicos. Após a formação de cinco anos para atuar como advogado é preciso ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil, conhecido apenas por sua sigla OAB. O exame do da OAB acontece algumas vezes ao ano e é tão complexo que muitos estudam por meio de cursinho preparatório.

O que precisa saber antes de cursar Direito

Ao optar por curso de nível superior em Direito (não existe técnico) é preciso analisar a decisão como muito importante. São cinco anos de curso divididos em 10 semestres de muito estudo e dedicação com muito material a ser comprado. Mesmo sendo uma universidade pública é preciso de muitos livros e todo cuidado é pouco para não perder dinheiro e tempo.

Para ajudar na decisão temos cinco dias importantes a saber antes de cursar Direito a seguir.

Direito é um curso muito teórico

Há quem pense que vai ter aulas práticas sempre e se inspire em filmes com simulação de julgamentos. Na verdade existe tudo isso e até assistir a julgamentos reais com professores, mas o percentual em comparação ao curso completo é pequeno. Leitura é crucial para este tipo de curso e uma constante do início ao fim do período acadêmico.

São muitos códigos em direito penal, processual penal, civil, do consumidor…a leitura será de presença constante durante a formação profissional.

A concorrência do mercado é grande

Muitas universidades públicas e privadas oferecem o curso e com isso cria-se mais alunos formados. São mais profissionais capacitados concorrendo, sendo uma boa parte focada em exercer a advocacia.

É um curso caro

As mensalidades não são das mais baratas e o curso em si exige alguns gastos com material de estudo. Os livros são caros e há outros gastos envolvendo os estudos ainda. É preciso avaliar se mesmo com financiamento ou ajuda de custo dá para se manter nos estudos.

Não esqueça do exame da OAB

Para exercer a profissão todos precisam fazer o exame da OAB. É uma prova complexa que reprova muitos e vale a pena uma preparação a mais.

Há muitos concursos para uma carreira estável

Este é um dos principais atrativos do curso de direito. Há concursos para tribunais, prefeituras, órgãos federais e muitos outros.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Como Tirar CPF

O CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) representa um dos principais registros disponíveis aos cidadãos brasileiros. Por meio do qual é possível acessar diversas informações pessoais do titular, as quais são armazenadas pelos sistemas da Receita Federal. Abaixo você poderá ter informações de Como Tirar CPF.

Este documento é requerido nas mais diversas situações, as quais variam de inscrições em concursos e vestibulares à abertura de contas em instituições financeiras, portanto, é compreensível que se torne mais necessário a cada dia possuir esse registro, por mais que ele não seja obrigatório.

Como Tirar CPF
Como Tirar CPF

Visando esta indispensabilidade, a seguir serão detalhadas as maneiras de como tirar CPF e de como emitir a segunda via do documento.

Como Tirar CPF em Locais Físicos?

O CPF emitido em locais físicos pode ser solicitado por qualquer pessoa, independentemente da idade e da nacionalidade do indivíduo. Porém, os menores de 16 anos devem estar acompanhados dos seus responsáveis.

Os principais locais conveniados à Receita Federal, nos quais é possível emitir o CPF, são as agências do:

  • Banco do Brasil;
  • Caixa Econômica Federal e;
  • Dos Correios.

Para que a inscrição nestes locais seja feita, além de ter o dinheiro da taxa de inscrição em mãos (que é de aproximadamente R$7,00), o requerente deve estar munido da identidade e da certidão de nascimento.

Como tirar primeira via CPF
Como tirar primeira via CPF

Como Tirar CPF pela Internet?

A Receita Federal possibilitou em 2012, de forma totalmente gratuita, a opção de emitir o CPF pela internet. Porém, isso é uma possibilidade apenas àquelas pessoas que possuem mais de 16 anos e que já emitiram o seu título de eleitor.

  1. Cumprindo a estes dois pré-requisitos, basta acessar o canal eletrônico da RF para que seja possível realizar o Cadastro via online.
  2. O site encaminhará automaticamente o usuário para a sua página inicial, onde se deve clicar no botão “Serviços para o cidadão”;
  3. Em seguida, acesse a sessão destinada aos CPFs.
  4. Nesta página serão dispostas todas as ações que podem ser realizadas online; para emitir o documento, deve-se clicar na opção “Inscrever no CPF”.
  5. Quando o formulário estiver devidamente preenchido, basta clicar no botão “enviar”.
  6. Se todos os dados estiverem corretos, o número do CPF e o seu comprovante são gerados.

Como tirar CPF pela internet
Como tirar CPF pela internet

O portal da Receita Federal disponibilizará um formulário que solicita os principais dados do indivíduo, tais como o:

  • Número da Carteira de Identidade;
  • Data de Nascimento;
  • Endereço;
  • Naturalidade;
  • Nome da mãe;
  • Entre outros.

O último pode ser impresso e utilizado quando o documento for requisitado – é interessante ainda plastificar esse comprovante (o que pode ser feito em papelarias) a fim de evitar o seu desgaste e o trabalho de emitir uma segunda via.

Um ponto importante a ser ressaltado é que na possibilidade de o indivíduo ter preenchido incorretamente algum dado, é extremamente importante que ele se dirija a uma das instituições associadas à RF para corrigir esse erro.

Como Imprimir o CPF?

Quando o número do CPF não for integrado à carteira de identidade, deve-se emitir o comprovante do Cadastro, já que o mesmo é solicitado em diversas situações.

É possível realizar isto por meio do website da RF; para tal, basta:

  • Acessar a sessão destinada aos CPFs;
  • Clicar em “Impressão do comprovante de inscrição”;
  • Fornecer os dados requisitados, os quais são: número de inscrição no CPF, nome completo, data de nascimento, número do título de eleitor e nome da mãe.

Depois que tudo for devidamente preenchido, o comprovante de inscrição será disponibilizado para a impressão.

Devemos lembrar que o CPF é um documento muito importante, inclusive para tirar e renovar o passaporte precisamos dele.

Como Imprimir CPF
Como Imprimir CPF

Como Tirar a Segunda Via do CPF?

Desde que foi cessado o fornecimento do CPF em cartões plásticos, é possível emitir a segunda via do documento pela internet.

Porém, para requerê-la desse modo, é necessário possuir o número do Cadastro, já que ele será o mesmo para todas as vias que forem emitidas; tendo o número em mãos, basta acessar o site da Receita Federal e imprimir o comprovante de inscrição.

Na opção de não possuir o número do CPF, a pessoa deve se dirigir, munida dos seus documentos oficiais às empresas conveniadas à RF. Confira quais são os documentos:

  • RG;
  • Título de Eleitor e;
  • Certidão de Nascimento.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Como Renovar Passaporte

É de conhecimento de todos que ao retirarmos o passaporte existe uma determinada validade. Portanto, é dever de quem viaja constantemente ficar bem ligado à essa data para que não passe por nenhum perrengue, pois não existe nada pior do que resolver inúmeros problemas quando a viagem já está próxima. O melhor é que não precisa esperar o passaporte se vencer para renová-lo. Você pode fazer isto muito antes. Portanto, quer saber como renovar passaporte? Leia o artigo abaixo.

Como Renovar Passaporte
Como Renovar Passaporte

Renovação de Passaporte

Nos últimos meses várias alterações foram impostas no passaporte. Alterações estas que foram bem benéficas, tanto para cidadão quanto para os órgãos. Antigamente, a validade do passaporte era por um período de cinco anos. No entanto, com a adoção do novo passaporte esse valor foi aumentado. Na situação, passou de cinco para dez anos.

Necessariamente, não existe uma opção de renovar passaporte. O passaporte não é documento que pode ser prorrogado ou renovado. Após o vencimento é preciso fazer outro documento. Portanto, o processo será bem similar ao que você já passou quando foi retirá-lo pela primeira vez. Com a emissão de um novo documento, a numeração do passaporte também será outra.

O passaporte é documento que é exigido para toda a população brasileira que pretende viajar para um lugar internacional, que não esteja no limite do Mercosul, no caso, o Chile, Bolívia, Peru, Colômbia e Venezuela. Este documento possui o objetivo de identificar o cidadão brasileiro disposto às autoridades de outros países.

Veja também:

Como Renovar Passaporte

O processo de como renovar passaporte é bem similar ao processo que você passou na primeira vez para fazê-lo.  Por se tratar de um documento de grande responsabilidade, todo processo é burocrático.

Confira a seguir como renovar passaporte:

  • Primeiramente, você deve emitir a Guia de Recolhimento da União, também conhecida pela sigla GRU, na área de “emissão de passaporte” no site da Polícia Federal. Para gerar esta guia, é preciso que você preencha um longo cadastro. Este cadastro consiste em informar o número do cadastro de pessoa física (CPF), número da identidade, assim como titulo de eleitor.
  • Aos homens maiores de 19 anos, é preciso também informar o número do Certificado de Dispensa de Incorporação. Este documento comprova que você fez o alistamento no Exército.
  • Ao fim deste cadastro, é preciso que informe o local exato em que deseja ser atendido pela Polícia Federal. Informe a cidade em que vive ou também uma mais próxima, caso não tenha posto de atendimento da PF em sua cidade.
  • Só após fazer todo este processo, você poderá agendar a sua ida à Polícia Federal. Mas antes é preciso que pague o guia gerado durante o cadastro. Confirmado o pagamento, o sistema libera o calendário de agendamento. Para fazer este agendamento é preciso que informe o número do CPF, data de nascimento e também o número do protocolo da GRU.

Não existe um tempo médio de espera de agendamento. Isto pode mudar de acordo com a época do ano. Mas, é bem constante a presença de longas filas na alta temporada.

  • No dia do atendimento, é preciso que esteja com todos os documentos em mãos e chegar com antecedência. Os documentos precisam estar em boa qualidade e não rasurados. Além dos documentos, é preciso que leve o protocolo de emissão do passaporte, o guia de recolhimento e também o passaporte antigo, para ser carimbado como inválido.
  • O tempo de entrega do passaporte novo é de até seis dias úteis. Para retirá-lo é preciso que apresente um documento de identificação oficial e também a assinatura de um recibo.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...