Calendário PASEP 2020: Tabela PASEP 2020 Atualizada

Anualmente o Governo Federal junto ao Banco do Brasil divulga o calendário PASEP 2020 a fim de informar os contemplados as respectivas datas que seu benefício será liberado, por isso é importante ficar atento ao calendário PASEP 2020.

Calendário PASEP 2020
Calendário PASEP 2020: Datas de Pagamento da Tabela do PASEP

O que é PASEP

O PASEP – Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, é pago todos os anos aos trabalhadores com renda máxima de dois salários mínimos. O valor pago pelo benefício é até um salário mínimo.

O PASEP é um benefício pago aos trabalhadores públicos, que se equivale ao PIS, pago aos trabalhadores de iniciativa privada.

A agência responsável pelo pagamento do PASEP 2020 é o Banco do Brasil.

Calendário PASEP 2020

Houve uma alteração no calendário do PASEP referente ao pagamento do benefício, anteriormente o mesmo era pago a partir do mês de Julho até Dezembro. Mas, desde 2015 isso mudou, atualmente o benefício é pago entre os meses de Julho e Março, de acordo com as contas do Governo Federal.

O pagamento do PASEP é determinado de acordo com o último número do benefício. Abaixo você pode conferir a tabela e entender melhor:

TABELA PASEP 2019/2020 Banco do Brasil (ATUALIZADA)
Calendário de pagamento PASEP 2020 em agências do BB
Final do PASEP: Podem Sacar em: Podem sacar até:
0 25/07/2019 30/06/2020
1 15/08/2019 30/06/2020
2 19/09/2019 30/06/2020
3 17/10/2019 30/06/2020
4 12/11/2019 30/06/2020
5 16/01/2020 30/06/2020
6 e 7 23/02/2020 30/06/2020
8 e 9 19/03/2020 30/06/2020

Quem tem direito?

O PASEP 2020 é mais um benefício do Governo Federal que contempla o servidor público brasileiro, o mesmo visa beneficiar com um salário mínimo os servidores públicos que atenderem anualmente todos os requisitos de participação do programa.

Assim como o PIS 2020, o PASEP é um benefício exclusivo do servidor público, somente está categoria recebe o benefício, desde que atenda aos requisitos estabelecidos pelo o programa a seguir:

  • Receber renda mensal per capita de até 02 salários mínimos;
  • 5 anos cadastrado no PASEP;
  • Ser servidor público;
  • Ter trabalhador no ano anterior ao vigente, pelo menos 30 dias de carteira assinada.
  • Informações atualizadas no RAIS – Relação Anual de Informações Socioeconômicas.

Todos os servidores públicos que atenderem anualmente os requisitos descritos acima, são contemplados com o programa PASEP.

Cadastro PASEP

O cadastro do trabalhador no PASEP é feito pelo empregador. É sua obrigação entregar formulários com os dados dos seus servidores.

O primeiro passo é emitir uma carta solicitando o cadastro e entregar em uma agência do Banco do Brasil. Nesta carta devem contar alguns dados:

  • Número do CNPJ;
  • Nome da razão social;
  • Informações importantes sobre a empresa como endereço, número, CEP e telefone;
  • Data do início das atividades de trabalho.

Valor do PASEP 2020

O valor do PASEP é pago de acordo com o tempo de serviço do trabalhador no ano anterior. Confira como é feito o cálculo:

  • Pegue o número de meses trabalhados no ano anterior;
  • Multiplique por 1/12 do valor do salário mínimo atual.
Meses trabalhados (dias) Valor Abono
1 (30 a 44) R$ 83,00
2 (45 a 74) R$ 166,00
3 (75 a 104) R$ 249,00
4 (105 a 134) R$ 332,00
5 (135 a 164) R$ 415,00
6 (165 a 194) R$ 498,00
7 (195 a 224) R$ 581,00
8 (225 a 254) R$ 664,00
9 (255 a 284) R$ 747,00
10 (285 a 314) R$ 830,00
11 (315 a 344) R$ 913,00
12 (345 a 365) R$ 998,00

Consulta PASEP 2020

Totalmente diferente do PIS, o PASEP é administrado pelo o Banco do Brasil (www.bb.com.br), onde no próprio portal é possível obter informações e consultar o programa. Se preferir pode comparecer a uma agencia do BB mais próxima a sua residência e realizar a consulta PASEP, através do telefone de atendimento BB também é possível obter informações.

Consulta Online

A consulta online dá acesso a diversas informações do PASEP, confira como faze-la abaixo:

  • Entre no site do CNIS, clicando aqui;
  • Selecione a opção “Cidadão”;
  • Na aba superior, clique em “Inscrição”;
  • Em seguida em “filiado”;
  • Informe todos os dados exigidos;
  • Digite o texto da imagem;
  • Clique em “Continuar”.

Consulta pelo Telefone

Você também pode consultar informações sobre o benefício pelos seguintes telefones:

  • 4004 0001;
  • 0800 729 0001.

Para facilitar o atendimento esteja com seu número do PASEP e documentos pessoais em mãos.

Diferenças entre o PIS e o PASEP

É importante ficar claro que o PIS e o PASEP não são o mesmo benefício, eles possuem poucas diferenças, mas elas existem. Entenda:

  • O PIS é um benefício destinado a servidores de empresas privadas, pago pela Caixa Econômica Federal;
  • O PASEP é destinado a trabalhadores de empresas públicas, sendo pago pelo Banco do Brasil.

Consulta Número do PASEP

Se você não sabe o número do seu PASEP, pode consulta-lo tanto na carteira de trabalho, como no Cartão Cidadão. Mas, se você não possui nenhum desses documentos veja abaixo outra maneira de consulta:

  • Entre no seguinte site: https://meu.inss.gov.br/central/#/extrato
  • Na parte superior do menu, selecione “inscrição”;
  • Em seguida, clique em “filiado”;
  • Informe todos dados exigidos;
  • Informe o texto da imagem;
  • Por fim, clique em “Continuar.”

Como Sacar o PASEP 2020?

O PASEP 2020 é administrado exclusivamente pelo o Banco do Brasil, sendo possível realizar o saque somente pelo o mesmo, portanto o contemplado deve comparecer a agencia mais próxima do BB, com os seus documentos pessoais e o número do PASEP, assim, é só solicitar o saque do beneficio.

O pagamento do benefício pode ser sacado de duas maneiras confira a seguir:

  • É possível realizar o saque em qualquer agencia do banco do Brasil em área de atendimento pessoal. Para isso, é importante portar seu documento com identificação com foto.
  • Vínculo empregatício que tenha convenio com o Banco do Brasil, podem optar em receber o beneficio diretamente em folha de pagamento.

Muitos trabalhadores não sabem, mas o PASEP não é um beneficio acumulativo, ou seja, se não for sacado durante o período de vigência, que deve ser acompanhado através do Calendário PASEP 2020, não poderá ser retirado depois.

O beneficiário perde o direito ao saque e o valor que não for sacado segue para o FAT, fundo de amparo ao trabalhador, de modo que a verba é revertida no pagamento do seguro desemprego e no pagamento do salário do funcionário publico.

Sendo assim, no próximo ano sendo contemplado com o beneficio o servidor publico receberá apenas um PASEP, atente-se aos prazos de pagamento do PASEP 2020 para que você não perca a oportunidade de realizar o saque do beneficio.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Calendário PASEP 2019: Tabela PASEP 2019 Atualizada

O PASEP 2019 é um benefício pago anualmente aos servidores públicos que trabalharam nos últimos cinco anos de carteira assinada. Trata-se de uma grande mão na roda para quem precisa de um dinheiro extra para realizar aquela obra na sua casa ou comprar aquele objeto que tanto desejou.

Portanto, para que não perca o prazo de recebimento do seu benefício é necessário que fique bem atento ao Calendário PASEP 2019. Para que o servidor consiga fechar suas contas no final do ano, existe o Calendário PASEP 2019, confira abaixo mais sobre.

Calendário PASEP 2019 - Tabela de pagamentos PASEP 2019
Calendário PASEP 2019 – Tabela de pagamentos PASEP 2019
Fique atento: Confira também as datas de pagamento do Calendário PASEP 2020

Quem tem direito ao PASEP 2019

Para ter direito ao PASEP 2019 é preciso que o trabalhador obedeça à algumas diretrizes definidas pelo Ministério do Trabalho. Para receber o benefício é preciso se encaixar nesses três requisitos, são eles:

  • O servidor público precisa ter trabalhado por, no mínimo, 30 dias com a carteira de trabalho assinada no ano-base;
  • O rendimento mensal bruto no ano-base não pode ter ultrapassado o valor da soma de dois salários mínimos. No caso, o valor não pode ultrapassar de R$1750.
  • Por fim, estar cadastrado no PASEP por, no mínimo, 5 anos.

Valor do PASEP 2019

Assim como o PIS, o valor do PASEP 2019 é definido de acordo com a cotação atual do salário mínimo. Portanto, para 2019, o valor deste benefício está estipulado em R$ 998,00. Provavelmente, no próximo ano deve ocorrer uma alteração no valor do salário mínimo e esta modificada será repassada para os benefícios que são cotados com este valor.

Está procurando pelo abono salarial 2019 pago pela Caixa Econômica Federal? Clique no link para conferir tudo sobre o PIS Caixa.

Quem faz o cadastro do servidor no PASEP?

O cadastro do trabalhador no PASEP é um processo realizado pelo empregador no ato da admissão.

Além disso, o empregador deve sempre informar os dados do trabalhador na RAIS todos os anos, que é entregue ao Ministério da Economia.

Como é feito o cadastro?

A entidade pública que deseja realizar o cadastro no PASEP, deve seguir alguns passos obrigatórios. Inicialmente, emita uma carta por escrito e entregue ao agência do Banco do Brasil com os seguintes dados:

  • Data do início das atividades de trabalho;
  • Informações importantes sobre a empresa como endereço, número CEP e telefone;
  • Nome da razão social;
  • Número do CNPJ.

Calendário do PASEP 2019

O calendário do PASEP 2019 é uma forma dos beneficiários ficarem atentos a data de pagamento do seu benefício. É sempre bom ficar atento ao calendário para que não perca o prazo de recebimento. Para não aglomerar milhares de pessoas nas agências lotéricas, os órgãos responsáveis pelo PASEP organizam o pagamento de acordo com o último dígito do número de identificação social, conhecido pela sigla NIS.

TABELA PASEP 2019/2020 Banco do Brasil (ATUALIZADA)
Calendário de pagamento PASEP 2019 em agências do BB
Final do PASEP: Podem Sacar em: Podem sacar até:
0 25/07/2019 30/06/2020
1 15/08/2019 30/06/2020
2 19/09/2019 30/06/2020
3 17/10/2019 30/06/2020
4 12/11/2019 30/06/2020
5 16/01/2020 30/06/2020
6 e 7 23/02/2020 30/06/2020
8 e 9 19/03/2020 30/06/2020

Confira também as datas de pagamento do PIS 2019 e receba já o valor do seu abono salarial reajustado.

Como o pagamento do PASEP 2018 ainda está em andamento, as autoridades não divulgaram ainda o calendário do PASEP 2019. No entanto, provavelmente, os pagamentos começaram a ser efetuados no mês de julho de 2019 e devem se estender até março de 2020.

Consulta Número do PASEP

Se você não tiver o número do PASEP poderá obtê-lo nestes documentos:

  • Cartão Cidadão Caixa;
  • Carteira de Trabalho.

Também é possível consultar o número do PASEP através da internet. Siga o passo a passo abaixo:

  • Entre no site do CNIS – Cadastro Nacional de Informações Sociais;
  • Na parte superior, clique em “inscrição”;
  • Selecione em seguida “filiado”;
  • Informe todos os dados exigidos;
  • Digite o código de segurança da imagem;
  • Clique em “Continuar”.

Também é possível consultar o número do PASEP pelo telefone, 135 da Previdência Social. Você deve informar apenas seu nome, CPF e RG.

Consulta PASEP Agência Banco do Brasil

Além da internet, você pode consultar o PASEP em uma agência do Banco do Brasil mais próxima a você com um documento de identificação em mãos.

Consulta PASEP Telefone

Você pode consultar informações sobre seu benefício através do telefone, pela central de atendimento:

  • 0800 729 0001;
  • 4004 0001.

Como é pago o PASEP 2020

O órgão responsável pelo PASEP é o Banco do Brasil, ou seja, o pagamento do benefício é efetuado por estas agências de acordo com o calendário PASEP. O benefício é pago aos trabalhadores de três diferentes formas:

  • Sacado diretamente no atendimento do Banco do Brasil, caso não seja correntista nem trabalhe em instituição com vínculo com o banco;
  • Em folha de pagamento, caso a instituição onde trabalhe tenha convênio com o banco do Brasil;
  • Diretamente em sua conta corrente, caso seja correntista do BB.

A diferença entre PASEP e PIS?

O PASEP é um benefício do trabalhador que atua em empresa do setor público. Dessa forma, o trabalhador recebe um salário a mais no ano, sendo o saque do benefício feito pelo Banco do Brasil.

Já o PIS é um benefício do trabalhador privado, para recebe-lo é preciso seguir os requisitos do programa. No entanto, o pagamento é feito pela Caixa Econômica Federal.

Como Sacar o PASEP 2019

Diferente do PIS, a organização financeira responsável pelo pagamento do PASEP 2019 é o Banco do Brasil. Portanto, para sacar seu benefício o beneficiário deve comparecer à qualquer agência do BB. Outra alternativa é recorrer as unidades dos Correios, pois eles são correspondentes bancários do Banco do Brasil.

O pagamento do PASEP 2019 é realizado de três formas diferentes. É preciso que confira atentamente para que saiba a sua:

  • Se o beneficiário possui conta corrente no BB, pode receber o valor diretamente na conta;
  • Se não possui o benefício em folha ou conta corrente, é possível realizar o saque nas agências do Banco do Brasil, na área de atendimento pessoal. Para tanto, é preciso ter documento de identificação com foto e a carteira de trabalho.
  • Caso o vínculo empregatício tenha convênio com o Banco do Brasil, pode optar por pagar o benefício diretamente na folha de pagamento.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Tabela INSS 2019: Calendário INSS e Alíquotas de contribuição

Todo trabalhador necessita entender um pouco sobre o sistema de arrecadação e contribuição do INSS. É preciso está sempre atualizado sobre os valores e porcentagens a cerca de seu salário. Isto evitar alguns equívocos ou erros no momento de repassar informações a cerca de sua remuneração. E ficando de olho na nova tabela INSS 2019 é o primeiro passo para ficar por dentro dos descontos em seu salário. Quer conferir a tabela do INSS 2019 atualizada? Leia este artigo!

Tabela INSS 2019 - calendário de pagamentos do INSS 2019, alíquotas do INSS 2019
Tabela INSS 2019 – calendário de pagamentos do INSS 2019, alíquotas do INSS 2019
💡 Fique atento: Confira já as alíquotas da tabela do INSS 2020.

O que é INSS?

O INSS – Instituto Nacional do Seguro Social, foi criado pelo Governo Federal em 1990, e atualmente é um órgão do Ministério da Previdência Social.

Todo trabalhador que exerce sua função de carteira assinada, contribui mensalmente para esse órgão com uma taxa do seu salário.

Com o recolhimento dessa taxa, futuramente o INSS realizará o pagamento da aposentadoria dos trabalhadores.

Outros benefícios também são de responsabilidade do INSS, sendo todos eles fornecidos aos trabalhadores brasileiros contribuintes da Previdência Social.

Confira abaixo alguns dos benefícios de direito:

  • Salário maternidade;
  • Pensão por morte;
  • Reabilitação profissional;
  • 13º salário;
  • Salário família;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio-acidente;
  • Entre outros.

Tabela do INSS 2019 – Alíquotas de Contribuição

Muitos podem está se perguntando: para que serve a tabela INSS 2019? A tabela do INSS 2019 é conhecida também como a tabela de contribuição mensal. É por meio desta tabela que são feitos os cálculos da contribuição de cada trabalhador com carteira assinada para o INSS.

É esta contribuição que garante alguns benefícios, como: aposentadoria por idade, invalidez, auxílio acidente, pensão por morte e também auxílio-doença. Para estes casos o valor pago é de um salário mínimo, ou seja, R$998,00.

Tabela INSS para empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso

  • Salário de até R$ 1.751,81 – Alíquota de 8%
  • Salário de R$ 1.751,89 até R$ 2.919,72 – Alíquota de 9%
  • Salário de R$ 2.919,73 até R$ 5.839,45 – Alíquota de 11%

Esta tabela é modificada anualmente, inclusive, já está disponível a deste ano. A tabela não é válida para os funcionários públicos.

Salário de contribuição alíquota inss
até 1.751,81 8%
de 1.751,82 até 2.919,72 9%
de 2.919,72 até 5.839,45 11%

O valor do desconto no salário varia conforme o salário de cada pessoa. Logo, uma pessoa com remuneração alta, terá maior valor descontado. Nesta tabela está exposto o salário de contribuição, assim como a alíquota para cada faixa salarial, respectivamente.

A tabela INSS 2019 é dividida em dois grupos. Existe uma tabela para contribuinte individual e facultativo e outra para empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso. Fique bem atento no momento de sua consulta a tabela INSS 2019.

Tabela INSS para contribuinte individual e facultativo

  • Salário de R$ 998,00 – Alíquota de 5% – exclusiva do Microempreendedor Individual e do Facultativo Baixa Renda;
  • Salário de R$ 998,00 – Alíquota de 11% – exclusiva do Plano Simplificado de Previdência;
  • Salário de R$ 998,00 até R$ 5.839,45 – Alíquota de 20%

Caso uma pessoa tenha mais de dois empregos com carteiras assinadas, para saber o total da contribuição é preciso que some os dois valores para saber o valor que se enquadra na alíquota. O pagamento do 13º salário não deverá ser adicionado ao salário para consulta de tabela INSS, tampouco benefícios adicionais, como o caso do abono da tabela do PIS.

Salário de Contribuição Alíquota Alíquota INSS 2019 Valor
R$ 998,00 5% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)* R$ 49,90
R$ 998,00 11% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)** R$ 109,78
R$ 998,00 até R$ 5.839,45 20% Entre R$ 199,60 (salário mínimo) e R$ 1.167,89 (teto)

O que é Contribuinte Individual e Facultativo?

  • A contribuição facultativa é oferecida as pessoas que possuam mais de 16 anos, mas que não tem renda própria. Como por exemplo aqueles que são: estudantes, desempregados, donas de casa, bolsistas, entre outros.
  • Já a contribuição individual é oferecida aos trabalhadores que possuam rendimento próprio. Isto é, profissionais liberais ou autônomos.

Veja também:

Tabela INSS 2019 para Aposentados

Existem diversas formas de consultar a tabela do INSS 2019. Você pode ir até uma agencia de atendimento da Previdência Social, geralmente, existe a tabela estampada em algum lugar da agência. Ou também visitar o site da Previdência Social. Esta última se mostrando uma forma rápida e fácil de conferir, basta apenas ter internet.

A tabela de pagamento de benefícios também já está disponível na internet. Ela é organizada de acordo com faixa salário e também o número final do cadastro do beneficiário. Esta tabela é dividida em duas: uma para quem recebe até 1 salário mínimo e a outra para valores maiores do que 1 salário mínimo.

Tabela INSS 2019 Atualizada - Calendário INSS 2019
Tabela INSS 2019 Atualizada – Calendário INSS 2019

Benefícios do INSS e Como Receber

Confira abaixo alguns benefícios do INSS e quais os requisitos para recebe-los:

Aposentadoria por tempo de contribuição

→ Regra 85/95 progressiva

  • Não tem idade mínima;
  • Soma de idade + tempo de contribuição – 85 anos para mulheres e 95 anos para homens;
  • 180 meses efetivamente trabalhados, para efeito de carência.

→ Regra com 30/35 anos de contribuição

  • Não tem idade mínima;
  • Tempo total de contribuição = 30 anos para mulheres e 35 anos para homens;
  • 180 meses efetivamente trabalhados, para efeito de carência.

→ Regra para Proporcional

  • Idade mínima para mulher 48 anos e para homem 53 anos;
  • Tempo total de contribuição = 25 anos + adicional para mulheres, 30 anos + adicional para homens;
  • 180 meses efetivamente trabalhados, para efeito de carência.

Pensão por Morte

  • Na data do óbito o falecido devia possuir qualidade de segurado do INSS;
  • A quantidade de contribuições do falecido, entre outros fatores é o que determina a duração do benefício.

Auxílio Doença

  • Para o segurado especial (trabalhador rural, lavrador, pescador): documentos que comprovem esta situação, como declaração de sindicato, contratos de arrendamento, entre outros;
  • Para o empregado: declaração carimbada e assinada do empregador, informando a data do último dia trabalhado (se precisar, imprima o requerimento);
  • Comunicação de acidente de trabalho (CAT), se for o caso;
  • Carteira de trabalho, carnês de contribuição e outros documentos que comprovem pagamento ao INSS;
  • Número do CPF;
  • Documento de identificação oficial com foto, que permita o reconhecimento do requerente;
  • Documentos médicos decorrentes de seu tratamento, como atestados, exames, relatórios, etc, para serem analisados no dia da perícia médica do INSS.

Como Consultar os Benefícios do INSS 2019

Através da consulta INSS 2019 é possível que os beneficiários consultem informações sobre o pedido de Previdência.

A consulta é gratuita e fácil de ser realizada. Confira os passos abaixo para consultar:

  • Entre no site do INSS pelo link;
  • Informe todos dados exigidos, como nome do beneficiário, CPF e data de nascimento;
  • Digite o código de segurança da imagem;
  • Por fim, clique em “Visualizar”.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

PIS 2020: Calendário, Pagamento e Consulta PIS

O programa PIS 2020 é um dos benefícios sociais mais importantes do Governo Federal destinado ao trabalhador brasileiro. O Abono Salarial Caixa é muito conhecido também como abono salarial, ele é pago anualmente e todo o cidadão brasileiro que se enquadra nos requisitos de recebimento do programa, o benefício é administrado pela a Caixa Econômica Federal, banco responsável em repassar é administrar toda a verba, durante o Calendário PIS 2020.

PIS 2020
PIS 2020

Quem tem direito ao PIS?

A Sigla PIS significa Programa de Integração Social é um benefício pago anualmente pelo o Governo Federal, o mesmo é pago somente para as pessoas que se enquadram nos requisitos de recebimento do programa, para sacar o PIS é necessário que o trabalhador seja registrado em empresa privada.

Novas regras do PIS

Para receber o PIS 2020, esse ano é preciso que o trabalhador brasileiro e enquadre em alguns requisitos mínimos dos programas, conheça os mesmos.

  • Ter trabalhado no mínimo 5 anos cadastrado no programa PIS;
  • Receber mensalmente renda per capita de até 2 salários mínimos;
  • Estar em dia com o ministério do trabalho;
  • Ter todos os seus dados atualizados com o RAIS – Relação Anual de Informações Sociais;
  • Ter trabalhado no mínimo 30 dias de carteira assinada no ano anterior ao de vigência do benefício.

Quem não pode receber o PIS?

Com as novas regras do PIS estabelecidas, alguns trabalhadores não poderão receber o benefício. Confira quem são eles:

  • Empregados domésticos;
  • Trabalhadores que realizam trabalhos para Pessoa Física;
  • Trabalhadores que ainda não possuem os 5 anos de cadastro no PIS;
  • Diretores de empresas sem vínculo empregatício, mesmo que contribua com o FGTS;
  • Funcionários do programa programa Jovem Aprendiz.

Atenção: O PIS é pago somente para os trabalhadores do setor privado. Para os servidores públicos, é pago outro benefício, conhecido como PASEP 2020, que tem regras semelhantes, mas é pago pelo Banco do brasil.

Consulta PIS 2020

A Caixa Econômica Federal oferece ao trabalhador diversas maneiras de realizar a consulta do seu benefício. Abaixo você poderá conhecer todas elas e como consultar sobre o PIS:

Consulta PIS pela Internet

O PIS pode ser consultado de forma online, através da plataforma da Caixa Econômica Federal, siga os passos abaixo para consultar:

O cadastro da senha pode ser feito clicando no botão “cadastrar senha”, caso você ainda não possua.

Consulta PIS por Telefone

Outra forma de consultar é através do telefone, ligando para o serviço de atendimento da Caixa. O número para contato é 0800 726 0207. A ligação é gratuita. Pode ser feita de segunda à sexta, das 08h às 22h, e aos sábados, das 10h às 16h.

Consulta PIS pelo Caixa Eletrônico

A última opção é se dirigir a uma agência Caixa e consultar de forma presencial em um caixa eletrônico. O procedimento também é bastante simples, você apenas precisará ter em mãos o seu cartão cidadão e senha cadastrada.

Aplicativo Caixa Trabalhador

O avanço da tecnologia veio para facilitar a vida de todos, e o Aplicativo Caixa Trabalhador é mais um dos benefícios. Ao fazer o download do APP no seu smartphone você terá acesso a diversas informações, como:

  • Valor e regras do Seguro-desemprego;
  • Regras, valores e consultas ao PIS;
  • Valor, cadastro e calendário do Bolsa Família;
  • Calendário de outros benefícios.

Valor do PIS 2020

O valor do PIS é pago de acordo com o tempo de serviço do trabalhador no ano base. Sendo utilizado como base o valor do salário mínimo nacional do ano.

Para saber o cálculo do PIS, o valor deve ser multiplicado por 1/12 do valor do mínimo nacional. Confira a tabela do PIS 2020 abaixo:

Meses trabalhados (dias) Valor Abono
Para mais detalhes, clique aqui.
1 (30 a 44) R$ 84,00
2 (45 a 74) R$ 167,00
3 (75 a 104) R$ 250,00
4 (105 a 134) R$ 333,00
5 (135 a 164) R$ 416,00
6 (165 a 194) R$ 499,00
7 (195 a 224) R$ 583,00
8 (225 a 254) R$ 666,00
9 (255 a 284) R$ 749,00
10 (285 a 314) R$ 832,00
11 (315 a 344) R$ 915,00
12 (345 a 365) R$ 998,00

Calendário PIS 2020

O calendário PIS 2020 é divulgado anualmente pelo o Governo Federal, o mesmo serve para direcionar o contribuinte a respeito do prazo de saque do benefício, a tabela segue uma ordem de pagamento, é importante que realize o saque do benefício no prazo para que não se perca o direito ao saque, o PIS não é um benefício acumulativo, ou seja, caso você não saque não receberá no próximo ano dois abono salarial caixa.

Atualmente os trabalhadores sofreram alguns transtornos enquanto as datas de saques, isto porque antes o benefício era pago de acordo com o mês de nascimento de cada contemplado, com a crise econômica que o Brasil enfrentou os pagamentos sofreram atrasos é o principal prejudicado, foi o trabalhador que estava contado com o dinheiro dentro do mês de costume.

Fique atento (a) ao calendário de pagamento a seguir:

Tabela PIS 2020

Veja quando sacar o seu abono salarial
Lista de datas de pagamento do PIS 2020
Aniversário Pode Sacar em: Até:
Julho 25/07/2019 30/06/2020
Agosto 15/08/2019 30/06/2020
Setembro 19/09/2019 30/06/2020
Outubro 17/10/2019 30/06/2020
Novembro 14/11/2019 30/06/2020
Dezembro 12/12/2019 30/06/2020
Janeiro e Fevereiro 16/01/2020 30/06/2020
Março e Abril 13/02/2020 30/06/2020
Maio e Junho 19/03/2020 30/06/2020

Como Sacar o PIS 2020

O benefício PIS 2020 é um dos benefícios administrados pela a Caixa Econômica Federal, banco responsável em administrar os benefícios sociais, sendo assim somente nas agências da Caixa ou em qualquer casa lotérica conveniada você consegue realizar o saque, para isto basta apenas que você esteja portando o seu documento original de identificação com foto e o cartão cidadão.

Ser você não tem o cartão cidadão só poderá sacar o benefício em uma agencia da Caixa, aproveite o momento é solicite o seu cartão cidadão, com ele fica mais fácil para que você consulte saldo, estrato e saque o PIS é diversos outros benefícios sociais que estão vinculados ao Governo Federal, tais como:

Para solicitar o cartão cidadão esteja portando todos os seus documentos pessoais, carteira de trabalho e comprovante de residência.


Não recebi o PIS, o que fazer?

Se você não recebeu o PIS, provavelmente ocorreu algum erro com seu benefício, o que é bastante comum. Entre os maires problemas que dificultam o acesso ao PIS 2020, estão:

  • RAIS não informada: Caso a sua RAIS não tenha sido informada, será preciso contatar o RH da sua empresa e solicitar o envio da retificação. Logo após a inclusão dos dados, você receberá o PIS.
  • Décimo Terceiro Salário: O erro que mais acontece é a inclusão do 13º salário como remuneração mensal. Segundo o Manual de informações da RAIS, o décimo terceiro salário não deve ser informado como remuneração
  • Erros de Digitação: Caso haja um erro de digitação no momento de preenchimento da RAIS, será necessário revisar o cadastro e fazer a correção.

Diferença de PIS, PASEP e Abono Salarial

Esses três programas tem muito em comum, no entanto, não são o mesmo. Confira abaixo quais são as diferenças entre eles:

  • PASEP: O PASEP – Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, é um benefício pago aos trabalhadores do setor público;
  • PIS: O PIS – Programa de Integração Social possui a mesma função do PIS, no entanto, é pago a trabalhadores do setor privado;
  • Abono Salarial: O Abono Salarial está ligado diretamente ao trabalhador, com base na Lei 13.134/15.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Bolsa Família 2020: Calendário de Pagamento, Valor

Uma das iniciativas de sucesso do Governo Federal, foi implantar o programa bolsa família, programa este focado em combater a pobreza do Brasil. O Programa Bolsa Família 2020 é uma iniciativa de distribuição de renda que beneficia milhões de famílias em situação de pobreza e pobreza extrema no Brasil. O Bolsa Família 2020 é pago mensalmente a todas as famílias contempladas, o benefício é pago e administrado pela a Caixa Econômica Federal. Para participar do programa as famílias precisam atender determinados requisitos.

Bolsa Família 2020 - Valor do Bolsa Família, quem tem direito, como sacar, calendário Bolsa Família 2020
Bolsa Família 2020 – Valor do Bolsa Família, quem tem direito, como sacar, calendário Bolsa Família 2020

Quem tem direito ao Bolsa Família 2020

O Programa Bolsa Família 2020 foi criado com o objetivo de garantir renda para famílias em situação de vulnerabilidade social, através da distribuição de renda. Têm direito ao programa bolsa família:

  • Famílias que não recebam mais de R$ 170 por pessoa, isso inclui todas as pessoas cadastradas no programa;
  • Famílias cujo a renda mensal não ultrapasse o valor de R$ 85 reais, os mesmos são enquadrados em situação de extrema pobreza;
  • Para garantir a participação no programa, caso a família tenha crianças ou jovens cadastrados, é necessário garantir a assiduidade escolar.

Cadastro Bolsa Família 2020

Se você deseja receber esse benefício mensal, deverá realizar o cadastro no programa Bolsa Família. Para isso, busque a prefeitura do seu município.

Para solicitar a participação no programa serão necessários alguns documentos, como:

  • CPF e título de eleitor do responsável pelo grupo familiar;
  • Documento de identificação dos outros membro da família, tais como RG, CNH, Certidão de Nascimento ou CPTS.

Ao realizar a inscrição não significa que você estará fazendo parte do programa, inicialmente seus dados serão analisados pelo MDS – Ministério do Desenvolvimento Social. Caso seja aprovado, você entrará para a lista de espera do Bolsa Família.

Caso obtenha aprovação, irá receber o cartão do Bolsa Família, o qual deverá ser ativado em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Valor do Bolsa Família 2020

  • Será pago R$ 39 reais por criança de idade entre 0 a 15 anos cadastrados no programa, sendo assim é possível até 5 crianças por família;
  • Famílias que possuem adolescentes receberão o valor de R$ 46 reais por jovem, podendo ser cadastrado até dois jovens por família com idade de 16 a 17 anos;
  • Em caso de gestante é pago a cada família que possua uma mulher gravida o valor de R$ 39,00;
  • Se a gestante da família perder a criança por aborto espontâneo, a mãe tem direito a receber o benefício até 9 meses completo da gestação, o benefício é pago como forma de compensar a perda da criança.

Calendário Bolsa Família 2020

Confira abaixo o calendário Bolsa Família 2020 de pagamento de benefícios. O benefício será pago de acordo com o último dígito do número do cartão do bolsa família. Confira abaixo a tabla de pagamentos.

Atenção: Ao sacar o seu benefício, confira no comprovante de pagamento para saber se você não precisa fazer o recadastramento no Bolsa Família.

Consulta Bolsa Família 2020

A consulta Bolsa Família é uma importante ferramenta. Através de alguns canais de atendimento da Caixa, você pode se informar sobre:

São disponibilizados diversos meios para realizar a consultas destas informações. Veja alguns deles abaixo:

Pela Internet

Uma forma muito simples de realizar a consulta do Bolsa Família é pela internet, através do Portal Cidadão Caixa. O procedimento é simples, confira o passo a passo:

  • Entre no site da Caixa pelo link;
  • Informe o número do NIS e a senha da internet;
  • Selecione o quadro “não sou um robô”;
  • Clique em “OK”.

Caso você não tenha acessado esse sistema anteriormente, será necessário cadastrar uma senha primeiro. Para isso, é só digitar o número do NIS e clicar na opção “Cadastrar Senha”.

Aplicativo Bolsa Família

Se você possui um smartphone poderá realizar a consulta do benefício através do mesmo. Para isso, você deverá apenas:

  • Acessar a loja de aplicativos do seu telefone;
  • Buscar por “Bolsa Família”;
  • Realizar o download do programa;
  • Por fim, acesse o APP e insira os dados necessários para começar a consultar.

0800 Bolsa Família

Por fim, é possível consultar o Bolsa Família através da central de atendimento da Caixa Econômica Federal por meio dos seguintes números:

  • 0800 707 2003;
  • 0800 726 0207;
  • 0800 573 0104.

No momento da ligação, é importante que você tenha alguns documentos em mãos para facilitar o atendimento, como:

  • Número do CPF;
  • Número do RG;
  • Número do Cartão Bolsa Família.

Como Sacar o Bolsa Família 2020

A família sendo contemplada e atendendo todos os requisitos do programa passará a receber um valor mensal que ajudará na despensa da família. Com isso basta:

  • Comparecer a qualquer agencia da Caixa Econômica Federal;
  • Portando todos os documentos pessoais e solicitar no auto atendimento ao cliente o saque do benefício.

Tendo o cartão Bolsa Família ou o cartão cidadão é ainda mais fácil realizar o saque. Basta apenas comparecer a qualquer caixa eletrônico, portando é claro a senha cadastrado e realizar o mesmo procedimento de um cartão normal da sua conta.

É possível também realizar o saque em qualquer casa lotérica próxima a sua residência, basta apenas estar portando o Cartão Bolsa Família, a senha e o documento de identificação original com foto.

Bolsa Família Bloqueado – Como Liberar

O bolsa família pode ser suspenso ou bloqueado por vários motivos, o principal deles é a incompatibilidade de dados. Se por acaso, você deixou de realizar o recadastramento do benefício por um determinado período de tempo o Bolsa Família pode ser suspenso. Se isto acontecer você deve comparecer ao posto de atendimento aonde você realizou o cadastramento do programa e solicitar a atualização do seu benefício.

Neste local será possível saber o real motivo a qual o bolsa família foi bloqueado, é importante que você esteja portando todos os documentos originais e xerox dos documentos também. No caso das crianças é preciso levar uma declaração escolar atualizada com a frequência das crianças que ainda estão estudando.

O bolsa família é um dos programas pago a várias famílias que precisam melhorar a sua situação financeira, o programa visa dar um suporte melhorar a condição de vida dessas famílias.

Fim do Bolsa Família

Nos últimos anos o Bolsa Família sofreu alguns cortes, e se sua situação é de cancelamento, procure o local onde você se cadastrou e saiba qual a razão disto. O cancelamento pode ser feito até mesmo por conta de falta de atualização de cadastro. Ao atualiza-lo, irá receber o benefício novamente.

O Bolsa Família 2020 não tem previsão de acabar, só tem o benefício cancelado os grupos familiares que não cumprirem as regras do programa. Sendo assim, fique atento!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Calendário Bolsa Família 2020: Datas de Pagamento e Valor

O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário acaba de lançar o calendário Bolsa Família 2020, com as datas de saque do programa. O programa Bolsa Família é uma iniciativa do próprio Governo Federal. Que visa junto ao MDS Ministério do Desenvolvimento auxiliar e ajudar diversas famílias de todo o Brasil que vivem em extrema situação de pobreza. Confira abaixo o calendário Bolsa Família 2020.

Calendário Bolsa Família 2020
Calendário Bolsa Família 2020

Calendário Bolsa Família 2020

O calendário Bolsa Família 2020 de pagamentos funciona de maneira estratégica e escalonaria aonde as datas de pagamento são distribuídas por mês que vai de janeiro a dezembro do ano de 2020, é importante ressaltar que o beneficiário tem até 90 dias para realizar o saque.

As datas de pagamento do Bolsa Família 2020 são divididas de acordo com último dígito do número do cartão do Bolsa Família. Confira o número no seu cartão, e veja na tabela abaixo as datas de pagamento do seu benefício.

E extremamente importante que você esteja atento (a) as datas de pagamento do calendário Bolsa Família 2020, para que possa realizar o saque antes do prazo final do benefício, evite suposto imprevistos, procure realizar o saque do benefício dentro do dia estipulado no calendário de pagamento.

VEJA TAMBÉM:

Quem tem Direito ao Bolsa Família?

Para realizar o processo de solicitação do Bolsa Família, é preciso que o grupo familiar esteja inscrito no CadÚnico – Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal com dados cadastrais atualizados, atendendo aos critérios de renda:

  • Famílias com renda mensal máximo de até R$ 89,00 por pessoa;
  • Famílias com renda mensal entre R$ 89,01 a R$ 177,00 por pessoa, que possuam em sua composição: crianças ou adolescentes entre 0 e 16 anos, gestantes e lactantes.

Valor do Bolsa Família 2020

O pagamento do benefício é feito pela a Caixa Econômica Federal, que é o banco correspondente em administrar e gerenciar o programa. Cada família recebe um valor diferente, de acordo com a composição do grupo familiar. Veja os requisitos:

  • Crianças entre 0 a 15 anos de idade recebem R$ 41 reais. O limite máximo é de 5 crianças cadastradas por família;
  • Jovens de 16 a 17 anos recebem R$ 48 reais, máximo de 2 jovens cadastrados por família;
  • Renda média mensal inferior a R$ 89 reais;
  • R$ 41 reais a mais em famílias que possuam pessoas gestantes;
  • R$ 41 reais para famílias que possuem mulheres em fase de amamentação.

Em famílias que possuem o cadastro ativo no programa, o valor do benefício varia de R$ 41 até R$ 390 reais.

Inscrição Bolsa Família 2020

Para se cadastrar no bolsa família 2020, é importante que a pessoa comprove situação de extrema pobreza e apresente todos os documentos pessoais solicitados para poder participar do programa.

Quem pode ser cadastrado

Se você tem filhos menores os mesmos devem estar frequentando regulamente a rede de ensino. No programa é possível escrever até 5 crianças como dependentes, isto por família. Nesse caso, pode ser cadastrado como beneficiário do programa 2 jovens e 3 crianças.

Documentos necessários

Para cadastrar os indivíduos do grupo familiar no cadastro Único (CADÚNICO), é necessário ter em mãos os seguintes documentos – de todos os membros do grupo familiar:

  • Carteira de identidade – se não possuir, levar a certidão de nascimento;
  • CPF – se não possuir, levar a certidão de nascimento;
  • Carteira de trabalho, de todos os membros que possuírem o documento;
  • Para crianças e adolescentes, comprovante de rendimento escolar.

* É necessário que crianças de até 15 anos de idade tenham assiduidade escolar de pelo menos 85%, e jovens e adolescentes entre 16 e 17 anos, acima de 75%.

Consulta Bolsa Família

Para saber em que data o pagamento do benefício estará disponível para saque, é bem simples. Basta apenas ter o número do seu NIS – Numero Inscrição Social, o beneficiário deve também apresentar o cartão do programa bolsa família. Você só pode se direcionar a caixa para receber o benefício na data estipulado no calendário de pagamento.

Você também pode consultar o saldo e o calendário de pagamentos do Bolsa Família através do SIBEC – o sistema online de benefícios sociais. Para consultar o seu bolsa família pelo computador ou celular, siga esses passos:

  • Acesse o link: https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CONVENIADO01;
  • Preencha o campo “Número do NIS” com o número do cartão do Bolsa família;
  • Coloque a senha do SIBEC, ou cadastre uma senha, pelo botão “cadastrar senha”;
  • Clique em “OK”;
  • Clique na guia “bolsa família”, no topo da página;
  • Confira a data de pagamento do seu Bolsa Família e o valor das parcelas.

Você tem ainda mais uma opção de consulta que é através do aplicativo Bolsa Família Caixa. Basta instalar o mesmo no seu smartphone e consultar seu benefício, tendo acesso a diversas informações.

Como Sacar o Bolsa Família 2020

É uns dos procedimentos mais simples, se você possui o cadastro ativo é a senha de acesso do programa, basta:

  • Se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal com o seu cartão do bolsa família e o seu documento com foto.
  • O procedimento de saque do benefício é o mesmo de uma conta bancaria.

Se você por algum motivo perdeu ou não tem o cartão do programa bolsa família, você deve comparecer a uma agência da Caixa com todos os documentos pessoais e pedir o auxílio a um atendente para realizar o saque do seu benefício.

Cartão Bolsa Família

Como visto acima, para realizar o saque é necessário que você tenha o Cartão Bolsa Família. Assim que seu grupo familiar obtiver aprovação para receber o benefício, o cartão será enviado a sua residência por meio dos Correios.

Mas, para utiliza-lo será preciso ir até uma agência da  Caixa Econômica Federal e então desbloquear o Cartão Bolsa Família.

Se depois de um mês você ainda não tiver o cartão em mãos, é possível ligar para o número 0800 726 0101 e solicitar a situação do benefício.

Aplicativo Bolsa Família

O aplicativo Bolsa Família é uma grande vantagem aos beneficiários, veja abaixo o que você pode acessar com o APP:

  • Consultar o saldo e o valor do Bolsa Família;
  • Encontrar uma agência Caixa mais próxima a sua residência.

O download do aplicativo é simples, basta que:

  • Acesse a loja de aplicativos do seu smartphone;
  • Digite por “Bolsa Família” e selecione a opção;
  • Ao fim, clique em “instalar” e informe os dados para cadastro.

Contato Caixa Econômica Federal

Caso você tenha dúvidas, pode entrar em contato com a Caixa através da central de atendimento. Confira abaixo quais são os números disponibilizados:

  • 0800 726 0207;
  • 0800 573 0104;
  • 0800 707 2003.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Cadastro PIS 2020: Como fazer Inscrição, Quem tem Direito

O Programa de Integração Social ou simplesmente PIS como é mais conhecido foi criado por volta do ano de 1970 e de lá para cá beneficia, todos os anos, milhares de trabalhadores da iniciativa privada com uma bonificação pelo trabalho realizado no ano anterior. É ainda provável que muito mais pessoas que possuem o direito a receber o PIS não o estão recebendo devido ao fato de desconhecerem este mesmo direito e, do mesmo modo, não terem realizado o cadastro PIS 2020 para participar do programa.

Se você se encontra nesta situação, é muito importante que aprenda como efetuar o cadastro PIS 2020. Já que se trata de um dos programas de auxílio trabalhistas mais importantes para o brasileiro, podendo assim receber o seu abono. Confira.

Cadastro PIS
Cadastro PIS

Quem deve cadastrar o PIS/NIS?

Existem dois procedimentos conhecidos como “Cadastro no PIS”, conheça eles abaixo:

  • Antes do jovem fazer a carteira de trabalho, deve fazer o cadastro PIS, o mesmo é feito em agências da Caixa. Após isso, será possível encaminhar a carteira de trabalho;
  • O segundo caso, é quando o trabalhador é contratado em alguma empresa, e então seus dados são cadastrados junto ao sistema da Previdência Social. Sendo os empregadores os responsáveis por este cadastro.

Como se Cadastrar no PIS?

O cadastro é feito em uma única etapa. Geralmente é realizado pelo empregador, mas também pode ser feito pelo trabalhador. Neste último caso, você precisará se dirigir até uma agência da Caixa Econômica Federal munido dos seguintes documentos:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de Residência.

No banco, você deverá procurar o atendimento pessoal para solicitar o cadastramento no PIS. Em poucos instantes você receberá o seu número NIT (Número de Identificação do Trabalhador) que, através dele, o qual equivale ao PIS que será inserido em sua Carteira de Trabalho.

Como se cadastrar no PIS em uma Agência da Caixa

Como dito anteriormente, o cadastro PIS é obrigatório para que o jovem emita sua carteira de trabalho. Para isso, será necessário se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal com tais documentos em mãos:

  • Documento de identificação original com foto;
  • Comprovante de residência atualizado (de até 3 meses anteriores).
  • CPF.

O cadastro é feito na hora e o jovem sai de lá com seu número PIS em mãos. É possível ainda realizar este procedimento de forma online através do portal Dataprev.

Cadastro PIS Online – Para Trabalhadores

Também é possível realizar o cadastro PIS de forma online. Nesse caso, será necessário que você tenha alguns dados em mãos:

  • Nome completo;
  • Nome da mãe;
  • CPF;
  • Data de nascimento;
  • Documento de identidade – RG.

Com isso, você deverá:

  • Entrar no site do Ministério do Trabalho, clicando no link;
  • Clique no canto superior esquerdo da tela, e selecione a opção “inscrição”, em seguida selecione “filiado”;
  • Depois disso, você deve informar os dados exigidos.

Como as Empresas Cadastram o Funcionário?

Os empregadores que já possuem cadastro no programa, assim que recebem a documentação do novo trabalhador o cadastram em sua área especifica do referido programa. Aqueles que ainda não possuem o cadastro terão que realiza-lo pelo site da Caixa.

É fundamental para empresas que o funcionário possua cadastro no sistema. Pois é a única forma de garantir que o trabalhador tenha direito a benefícios trabalhistas como:

  • Aposentadoria;
  • Salário maternidade das trabalhadoras;
  • Abono salarial;
  • E também o auxílio doença do INSS.

Qual é o valor do abono do PIS?

O valor pago pelo Governo vai variar de acordo com o tempo de serviço do trabalhador com carteira assinada no ano base.

Segundo o cálculo do governo federal, cada mês trabalhado dá direito a 1/12 do valor do salário mínimo 2020, ou seja, R$ 84,00. Assim para receber o valor integral é necessário ter a carteira assinada durante todo o ano base.

Para receber o benefício,é necessário ter, pelo menos 30 dias de carteira assinada.  Confira abaixo a tabela de valores proporconais do Abono Salarial:

Proporção (meses trabalhados) Valor Abono 2020
1 R$ 84,00
2 R$ 167,00
3 R$ 250,00
4 R$ 333,00
5 R$ 416,00
6 R$ 499,00
7 R$ 583,00
8 R$ 666,00
9 R$ 749,00
10 R$ 832,00
11 R$ 915,00
12 R$ 998,00

Quem tem direito ao PIS?

É importante esclarecer este ponto uma vez que, muitos trabalhadores ainda desconhecem os requisitos e critérios do programa. Para isso é preciso que o trabalhador:

  • Esteja cadastrado no programa por pelo menos 5 anos;
  • Que receba, no máximo, 2 salários mínimos;
  • Que tenha trabalhado, no mínimo, 30 dias no ano anterior e com a carteira de trabalho assinada;
  • Que trabalhe em empresa de iniciativa privada.

Consulta PIS

Depois de ter o seu cadastro realizado, e seu benefício estar atualizado pelo empregador, é possível realizar um cadastro no site da Caixa para consultar informações referentes a alguns benefícios, como Abono Salarial, FGTS e Seguro Desemprego.

O cadastro é simples de ser feito, confira o passo a passo:

  • Acesse o site da Caixa, clicando aqui;
  • Informe o número do NIS;
  • Clique em Cadastrar Senha;

  • Siga as instruções de cadastro e conclua o mesmo;
  • Após isso, acesse novamente a página, informe o número do NIS e a senha cadastrada e clique em “OK”;
  • Agora, você poderá consultar todas as informações necessárias.

Diferença entre PIS e NIS

Você já deve ter ouvido falar do PIS e do NIS diversas vezes, mas, os dois possuem diferença. O NIS – Número de Identificação Social é feito na Caixa Econômica Federal, sua função é identificar os cidadãos que tem ou venham a ter direito a benefícios sociais.

Dessa forma, o NIS se transforma no PIS, isso acontece assim que se estabelece um vício empregatício. A inscrição do Número de Identificação Social passa a ser o PIS, ou então no caso do Abono Salarial aos trabalhadores públicos o PASEP.

Onde posso ver o Número do PIS?

A consulta do número do PIS é muito simples de ser feita, se você não sabe se possui cadastro ou não pode consultar o mesmo através dos seguintes meios:

  • Cartão Cidadão;
  • Carteira de Trabalho;
  • Solicitar no RH da empresa;
  • Pelo 0800 da Caixa ou pela internet;
  • Extrato FGTS.

Cadastro PIS – Considerações Finais

O pagamento do abono salarial é feito de acordo com as datas estipuladas pelo Governo em uma tabela anual. É importante ficar atento para não perder a data, pois o valor do abono, quando não é sacado, acaba retornando para sua origem e o trabalhador acaba o perdendo, ou seja, vai ter que esperar o novo ano para receber o seu beneficio. Então, fique atento!

Espero que esse artigo tenha te ajudado. Aproveite e o compartilhe em suas redes sociais com os seus amigos. Até a próxima!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Salário Mínimo 2020: Valor, Reajuste, Tabela

Um dos reajustes mais esperados do ano é o do salário mínimo 2020, como de costume anualmente o salário mínimo 2020 nacional é reajustado beneficiado milhares de trabalhadores que contam com essa renda mensalmente para sustento.

Salário Mínimo 2020
Salário Mínimo 2020

É um valor que contempla grande parte da população, pois nenhum empregador pode ter de contratar dentro dos padrões da CLT, te pagando um valor de rendimento mensal menor do que o mínimo nacional 2020, levando em consideração o aumento dos salários nos anos anteriores, esse ano o aumento não foi tão significativo, isso é claro, levando em consideração a inflação do país.

Valor do salário Mínimo 2020:
R$ 1.040,00

Valor do Salário Mínimo 2020

Em 2020 com o aumento do mínimo nacional o valor do salário mínimo 2020 passou a ser R$ 1.040,00, vale ressaltar que em cada estado o valor do salário mínimo e diferente, em algumas regiões o valor do salário mínimo tende a ser até maior do que o mínimo nacional.

Valor do salário Mínimo 2020:
R$ 1.040,00

Milhares de trabalhadores contam com esse valor mensalmente para manter as suas condições de vida e sustento, por isso o aumento é muito importante e significativo, visto que grande parte da população recebe esse valor, vale lembrar que nenhum empregador que segue o regime de contratação previsto em CLT, pode lhe pagar de salário um valor menor do que o mínimo nacional.

Tabela Salário Mínimo 2020
VIGÊNCIA VALOR MENSAL VALOR DIÁRIO VALOR HORA NORMA LEGAL
01.01.2020* R$ 1.046,00* *Valor e data estimado
01.01.2019 R$ 998,00 R$ 33,27 R$ 4,54 Decreto 9.661/2019
01.01.2018 R$ 954,00 R$ 31,80 R$ 4,34 Decreto 9.255/2017
01.01.2017 R$ 937,00 R$ 31,23 R$ 4,26 Decreto 8.948/2016
01.01.2016 R$ 880,00 R$ 29,33 R$ 4,00 Decreto 8.618/2015
01.01.2015 R$ 788,00 R$ 26,27 R$ 3,58 Decreto 8.381/2014
01.01.2014 R$ 724,00 R$ 24,13 R$ 3,29 Decreto 8.166/2013
01.01.2013 R$ 678,00 R$ 22,60 R$ 3,08 Decreto 7.872/2012
01.01.2012 R$ 622,00 R$ 20,73 R$ 2,83 Decreto 7.655/2011
01.03.2011 R$ 545,00 R$ 18,17 R$ 2,48 Lei 12.382/2011
01.01.2011 R$ 540,00 R$ 18,00 R$ 2,45 MP 516/2010
01.01.2010 R$ 510,00 R$ 17,00 R$ 2,32 Lei 12.255/2010
01.02.2009 R$ 465,00 R$ 15,50 R$ 2,11 Lei 11.944/2009
01.03.2008 R$ 415,00 R$ 13,83 R$ 1,89 Lei 11.709/2008
01.04.2007 R$ 380,00 R$ 12,67 R$ 1,73 Lei 11.498/2007
01.04.2006 R$ 350,00 R$ 11,67 R$ 1,59 MP 288/2006
01.05.2005 R$ 300,00 R$ 10,00 R$ 1,36 Lei 11.164/2005
01.05.2004 R$ 260,00 R$ 8,67 R$ 1,18 MP 182/2004
01.04.2003 R$ 240,00 R$ 8,00 R$ 1,09 MP 116/2003
01.04.2002 R$ 200,00 R$ 6,67 R$ 0,91 MP 35/2002
01.04.2001 R$ 180,00 R$ 6,00 R$ 0,82 MP 2.142/2001 (atual 2.194-5)
03.04.2000 R$ 151,00 R$ 5,03 R$ 0,69 Lei 9.971/2000

Salário Mínimo Regional 2020

São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul são estados que possuem o valor do mínimo regulamentado por Lei, ou seja, o salário mínimo é a base, não ser pode pagar valor menos do que o mesmo. Nesses estados, o salário mínimo regional se sobrepõe ao valor do mínimo Nacional.

Benefícios sociais pagos pelo Governo Federal, como Bolsa Família 2020, são reajustados de acordo com o valor do piso salarial nacional, mesmo em estados com salário mínimo Regional.

Aumento do Salário Mínimo 2020

São milhares de famílias e beneficiados com o aumento do salário mínimo, trabalhadores que trabalham de carteira assinada ser beneficiam com o aumento do mínimo nacional, pois com o aumento da renda é possível melhorar as condições de sustento.

Não é somente os trabalhadores ativos que são beneficiados com o aumento do salário mínimo, os aposentados também recebem esse aumento de acordo com o piso nacional, beneficiados com os programas PIS 2020 e PASEP 2020 também sãos os principais beneficiados com esse aumento.

Reajuste Salarial

Por conta da situação econômica do país atualmente, grande parte dos trabalhadores estão preocupados com o reajuste salarial 2020.

Entre muitas especulações, o valor determinado para o salário mínimo 2020 é de R$ 1.040,00. Normalmente este valor é divulgado entre o final do mês de novembro e dezembro.

Cálculo do Salário Mínimo 2020

O valor do salário mínimo 2020 defini a menor base que o empregador pode pagar para o trabalhador, ou seja, nenhum valor abaixo do salário mínimo pode ser pago, a não ser o mínimo. Para conseguir seguir os custos e os padrões de vida, o salário mínimo nacional passar por um reajuste anual.

O Cálculo do Salário Mínimo é feito da seguinte forma:

Valor do Salário Mínimo + INPC + Aumento do PIB de 2 anos anteriores

Em que:

  • INPC – índice nacional de Preços para o consumidor – representa a Inflação na fórmula, garantindo assim que o aumento do salário mínimo sempre seja o suficiente para cobrir o aumento dos preços;
  • Aumento do PIB – Representa o quanto a economia do país cresceu no período, garantindo um aumento sempre igual ou superior ao índice da inflação do período. Em períodos que o aumento foi negativo, considera-se zero.

A intenção é que o trabalhador consiga acompanhar a inflação do país, sendo assim é analisado por um departamento é dado o percentual de aumento em cima do salário base, o grande problema da questão é que com toda a inflação e os aumentos que aconteceram no mercado nos últimos tempos por conta da crise, o aumento que ocorreu no salário mínimo não foi o suficiente, pois o custo de vida ainda continua caro e bem elevado.

Vale lembrar que anualmente o salário mínimo 2020 é reajustado, esse aumento costuma acontece em janeiro de cada ano, sendo assim o trabalhador tem a oportunidade de receber seus vencimentos com correção acima da inflação.

Salário Mínimo Líquido

O Salário Líquido é o valor pago aos trabalhadores depois de descontos de tributos como FGTS e INSS já aplicados.

Confira abaixo como o cálculo é feito, levando em consideração um valor ilustrativo:

  • Quem ganha salários entre R$ 1.002,70 até R$ 1.556,94 terá descontos para de 8%;
  • Estarão isentos ao Imposto de Renda quem ganha salários até R$ 1.903,98.

Confira o cálculo retirando somente o desconto do INSS:

  • Ao subtrair 8% (R$ 1.002,70);
  • O desconto será de R$ 80,22;
  • Sendo o salário líquido R$ 922,48.

Descontos presentes no salário do trabalhador

Confira abaixo a lista de tributos incidentes sobre o salário mensal do trabalhador

Descontos em folha %
INSS 8% a 11%
IRRF *
Vale Transporte Até 6%
Vale Refeição Até 20%
Pensão Alimentícia **
Contribuição Sindical **
Assistência Médica/ Odontológica **

*Alíquotas do IRRF variam para cadas trabalhador, de acordo com o salário mensal do mesmo. Ver tabela abaixo.

**Descontos poderão variar de acordo com a situação socioeconômica do trabalhador, e de acordo com o dissídio da categoria.

Descontos do IRRF em folha de pagamento
Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36

É importante também que o trabalhador teve em consideração que faltas e atrasos poderão influenciar no cálculo dos descontos mensais na folha de pagamento.

Piso Salarial

O Piso Salarial é o menor valor pago a um trabalhador em determinada categoria profissional. Confira alguma dessas categorias:

  • Bancários;
  • Comerciários;
  • Construção Civil;
  • Metalúrgicos;
  • Professores;
  • Saúde;
  • Têxteis;
  • Transporte.

Há a possibilidade do Piso variar em um mesmo Estado, sendo diferente na capital e no interior.

Salário Mínimo Ideal

Uma pesquisa realizada aponta que o valor do salário mínimo ideal para sustenta uma família de até quatro pessoas seria de R$ 3.810,36.

Um valor bem distante do pago atualmente aos trabalhadores.

Salário Mínimo Internacional

Não é somente no Brasil que existe o Salário Mínimo Federal, o mesmo é pago também em outros países. Veja abaixo alguns desses lugares e o valor:

  • Estados Unidos: Valor por hora US$ 7,25, e outros estados o valor pode ser maior;
  • Coreia do Sul: Valor alterado todos anos, sendo $4000 won sul-coreanos por mês;
  • Espanha: Além de 2 salários extras anuais, €707,7 por mês;
  • Chile: Para trabalhadores entre 18 e 65 anos de idade é pago $ 241.000 pesos chilenos ao mês;
  • Bolívia: 1805 bolivianos por mês, 13 vezes por ano;
  • Canadá: Entre C$10,30 (New Brunswick) e C$12,50 (Northwest Territories) por hora;
  • Alemanha: 8,5 euros por hora;
  • Austrália: 2690,4 dólares australianos por mês ou 17,70 por hora;
  • Argentina: 8.060 pesos argentinos por mês, recebido 13 vezes por ano.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Empregador Web 2020: Requerimento Seguro Desemprego, CADASTRO!!!

O Empregador WEB 2020 é uma ferramenta desenvolvida pelo Ministério do Trabalho para facilitar a vida tanto do empresário quanto do empregador. Por meio do Empregador Web criado pelo Ministério do Trabalho no fim de 2009, existe a possibilidade de o empregador enviar o requerimento do Seguro Desemprego 2020 pela internet, em substituição ao preenchimento manual, economizando tempo e também fazendo com que seu antigo empregado consiga esse benefício de forma mais rápida.

Empregador Web
Empregador Web

Isso facilita muito o cotidiano de grandes empresas, as quais, muitas vezes precisam enviar dezenas de processos de seguro desemprego 2020 para o Ministério do Trabalho, e com esse novo processo, fica muito mais simples e rápido de ser feito, além de mais seguro, já que nenhum documento pode ser falsificado.

O que é Empregador WEB 2020

O Empregador WEB é uma plataforma digital que disponibiliza as empresas o envio mais rápido e fácil de informações referentes a dispensa ou relacionadas ao Seguro Desemprego.

Em 2015, a plataforma começou a ser obrigatória aos empregadores. O Empregador WEB facilita a realização de tarefas obrigatórias e importantes das leis trabalhistas, e ainda processa informações em lotes, livrando o empregador da emissão de requerimentos.

Quem tem Direito ao Seguro Desemprego 2020?

É importante saber do direito da ferramenta Empregador WEB. Através do mesmo, é possível dar entrada no Seguro Desemprego, abaixo você pode conferir quem tem direito a esse benefício:

  • Não ser sócio de empresa, ou ter participação societária em pessoa jurídica;
  • Para trabalhadores rurais, é necessário nos últimos 24 meses ter pelo menos 15 meses trabalhados com a carteira assinada;
  • Ter sido demitido sem justa causa de emprego com carteira assinada.
  • Precisa estar pelo menos 16 meses sem receber o seguro desemprego;
  • Não receba outro benefício assistencial.

Benefícios Empregador WEB

São diversos os benefícios trazidos pela criação desse aplicativo, entre os principais estão:

Para Empresas:

  • Enviar informações em lote, poupando tempo das empresas;
  • Realizar o cálculo e pagamento do Seguro Desemprego;
  • Gerenciar recursos humanos;
  • Controlar o pagamento dos benefícios dos funcionários;
  • Prestar informações a respeito da declaração de Imposto de Renda;
  • Usar o controle da contribuição previdenciária dos empregados.

Para Trabalhadores:

  • Obter maior agilidade para a prestação de informações e garantia de que o empregado receba seu benefício mais rapidamente;
  • Maior segurança para garantir a autenticidade das informações prestadas;
  • Acompanhar as contribuições referentes à Previdência Social;
  • Conferir todas informações referentes ao Seguro Desemprego.

Como Utilizar

Para as empresas que desejam utilizar desse aplicativo, poupar bastante tempo em seu cotidiano, e tirar todas as suas dúvidas, o aplicativo é muito útil. Sendo seu uso extremamente simples.

Para preencher todas as informações necessárias para enviar o seguro desemprego, o Empregador Web permite com que você acesse as informações dos funcionários da empresa e na mesma tela já transfira esses dados para criar o benefício de direito dos trabalhadores.

Com isso, o tempo para finalizar esse processo é muito menor, ao mesmo tempo que a verificação das informações pelo Ministério do Trabalho é muito mais rápida.

 

Veja também:

Como Cadastrar Gestor no Empregador Web

Para agendar o seguro desemprego por meio do Empregador Web ou então cadastrar um gestor é bastante simples, tudo o que você precisa fazer é:

  • Acessar o site http://sd.mte.gov.br/sdweb/empregadorweb/index.jsf;
  • Em “opções de acesso” selecionar “COM Certificado Digital” ou “SEM Certificado Digital”;
  • Selecionar a opção “Cadastrar Gestor”;
  • E depois preencher todos os dados solicitados por essa página, para que esse agendamento do seguro desemprego esteja completo.

Você pode agendar na data que estiver disponível no sistema, evitando assim com que o empregado tenha que esperar uma fila no Ministério do Trabalho.

Além disso, você também consegue informar logo no dia da demissão para o Ministério do Trabalho quando dispensou um funcionário. Com isso, o planejamento do Governo fica muito mais simples e assim a liberação do seguro desemprego sai com menor tempo, beneficiando o trabalhador que contará com esse benefício apenas algumas semanas depois de perder o seu trabalho.

Ainda nesta página será possível encontrar a opção “Manual do Empregador WEB”, através da mesma será possível consultar o seu benefício ou tirar qualquer dúvida a respeito da plataforma.

Abaixo você ainda pode conferir outras formas de sanar suas dúvidas.

Empregador WEB com Certificado

O procedimento explicado acima, foi o cadastro de gestor sem certificado digital. No entanto, o Empregador WEB utiliza dados pessoais transmitidos no sistema, sendo assim, obrigatório o uso do certificado digital por empresas.

O certificado digital funciona como uma declaração digital, o qual garante a segurança das informações passadas.

Mas, como visto acima, através desta plataforma é possível realizar alguns procedimentos sem o Certificado Digital.

Telefone Empregador WEB

Você pode utilizar o manual do Empregador WEB ou então tirar suas dúvidas por meio do canal Alô Trabalho.

  • Telefone de atendimento: 158

O atendimento funciona dos dias úteis entre as 7 às 19 horas.

Se você preferir poderá também contatar a assessoria de comunicação do MTE pelo seguinte e-mail: [email protected]

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Consulta Saldo FGTS: Consultar pelo Aplicativo, SMS, Telefone ou pela internet

Após o Governo Federal liberar o saques do Fundo de Garantia, muita gente ficou em dúvida como consultar o saldo FGTS. O Fundo e Garantia é um fundo de investimento compulsório, que teve o saques liberados pelo ministro da economia Paulo Guedes. Confira a seguir nosso tutorial completo de como fazer a consulta saldo FGTS.

Ele possui o intuito de auxiliar nas despesas dessa pessoa enquanto não consegue ser admitido em outra empresa. Após a solicitação do benefício, é necessário que realize a consulta saldo FGTS. Você sabe do que se trata? Não? Leia o artigo abaixo e veja como realizar a Consulta Saldo FGTS.

Consulta Saldo FGTS - Fundo e Garantia Caixa Econômica
Consulta Saldo FGTS – Fundo e Garantia Caixa Econômica
🔥 Veja também: Governo libera o saque do fundo de garantia. Confira em primeira mão o calendário FGTS 2020.

O que é o FGTS?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é um benefício oferecido as pessoas que foram demitidas sem justa causa. Para constituir o valor que o empregado pode resgatar ao ser demitido sem justa causa, mensalmente, uma quantia de 8% do seu salário bruto é destinado a uma conta criada na Caixa Econômica Federal, instituição financeira responsável pelo FGTS.

Para que possa resgatar o valor do FGTS é preciso que após ser demitido comunique a Caixa Econômica Federal pela ferramenta Conectividade Social. Geralmente, após a solicitação do benefício em até cinco dias o valor pode estar disponível em sua conta.

Ao dirigir-se à uma agência bancária da Caixa sacar o benefício é preciso que esteja portando o número de inscrição social (NIS) e também um documento de identificação com foto, como carteira de trabalho, carteira de identidade ou também carteira nacional de habilitação.

Consulta Saldo FGTS

A Caixa Econômica Federal disponibiliza várias formas do trabalhador consultar o saldo do Fundo de Garantia. Para consultar o saldo, o trabalhador precisa ter em mãos sempre o Número do PIS, presente no cartão cidadão, CTPS, e comprovantes de depósito do fundo de garantia.

Confira abaixo as principais formas de consultar o saldo do FGTS:

Consulta Saldo do FGTS pela Internet

Para realizar a consulta saldo FGTS é muito simples e fácil. Para tanto, basta apenas que preste um pouco de atenção no momento do preenchimento das determinadas informações requeridas no formulário de login da consulta.

A consulta em questão é constituída em pequenas passos, citados abaixo:

  1. Acesse a área de consulta ao saldo FGTS do site da Caixa Econômica Federal pelo seguinte endereço eletrônico: https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=FGTS.
  2. Então, você deve preencher o pequeno formulário de login disposto no site. A primeira informação requerida diz respeito ao número de inscrição social, também conhecido pela sigla NIS.
  3. É preciso que digite sem pontos e hífen. O segundo passo é a senha internet. Esta senha é utilizada especificamente para ter acesso aos serviços do site da Caixa.
  4. Caso ainda não tenha, é possível realizar o cadastro em dentro de poucos minutos, assim como realizar a troca.
  5. Preenchido todas as informações do formulário de consulta ao saldo FGTS, clique no botão ‘ok’.
  6. Caso todas as informações preenchidas estejam corretas, você será redirecionado a área de realização da consulta.

Consulta FGTS por SMS

Outra forma de consultar o saldo do fundo de garantia é recebendo as mensagens de SMS da Caixa. Para isso, basta acessar o portal da Caixa Econômica Federal e se cadastrar para receber mensagens de texto com o saldo do fundo.

Toda vez que o empregador realizar o depósito da parcela do FGTS, você receberá uma mensagem avisando o seu saldo atual da conta do fundo de garantia. Prático e simples.

Pelo Aplicativo da Caixa

Outra maneira de consultar o saldo do seu fundo de garantia é através do aplicativo Caixa Trabalhador. O app é gratuito, e está disponível para Android e IOS.

Basta acessar a sua loja de aplicativos e baixar o programa “Caixa Trabalhador”. Ao acessar, será necessário informar seu número do PIS, para consultar o saldo do Fundo.

Por telefone

Outra forma de consultar o saldo do fundo é pela central de atendimento da Caixa Econômica Federal. O trabalhador poderá ligar gratuitamente para o número 0800 726 0101, e solicitar o saldo do fundo de garantia.

É importante ter em mãos, na hora da consult, um documento que contenha o número do PIS/PASEP.

VEJA TAMBÉM: Como sacar o FGTS Inativo 2020.

Quem tem direito ao FGTS

No entanto, para ter direito ao FGTS é preciso que obedeça à alguns requisitos definidos pelo Ministério do Trabalho e a Caixa Econômica Federal. Para resgatar o FGTS é preciso que:

  • Esteja em dia com todas as suas obrigações tributárias, ou seja, não se atrasar em relação aos impostos.
  • Assim como, ter sua carteira de trabalho devidamente assinada e regularizada.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...