Home Blog Page 3

Salário Maternidade 2020

0
Salário Maternidade 2020
Salário Maternidade 2020

Um dos benefícios trabalhistas mais antigos pagos pela Previdência Social é o Salário Maternidade 2020. Esse benefício é essencial para as mamães que acabaram de dar à luz ou que estejam prestes a ter o primeiro filho. Pois garante que a mãe tenha condições de se sustentar mesmo nas semanas em que permanecer cuidando do filho. Afinal o primeiro contato de mãe e filho é essencial para a vida e para o desenvolvimento do recém-nascido.

O salário maternidade é pago para mães que tenham recém dado a luz, que tenham ultrapassado a marca do oitavo mês de gravidez, ou até mesmo de quem tenha recém adotado uma criança ou recebido a guarda de um menor.

Salário Maternidade 2020
Salário Maternidade 2020

Quem tem direito ao Salário Maternidade

Também conhecido como auxílio maternidade, o benefício pode ser solicitado por:

  • Gestantes que tenha ultrapassado a marca do oitavo mês de gestação;
  • Ou que estejam com o parto marcado para até 28 dias adiante da solicitação.

Nesses casos, para solicitar o benefício, é necessário portar um atestado médico comprovatório do tempo de gestação, ou do procedimento de parto marcado pelo médico.

No caso de mães que já tenham dado à luz a uma criança, é necessário ter a certidão de nascimento da criança consigo para solicitar o benefício.

Já nos casos de adoção ou de recebimento de guarda da criança, o salário maternidade pode ser solicitado mediante a apresentação da certidão de nascimento da criança com os dados da guarda da criança lavrados na certidão.

Quanto tempo dura o Salário Maternidade 2020?

O salário maternidade 2020 é um benefício limitado, pago por 120 dias a partir da data de solicitação. Portanto a mãe terá direito de receber 4 meses de benefício. Caso a mãe trabalhe em uma empresa, será necessário solicitar o salário maternidade na própria empresa, mas no caso de mãe desempregada, é necessário solicitar o benefício em um posto de atendimento do INSS.

O único caso em que o auxílio é pago somente 14 dias, é quando acontece u, aborto espontâneo. Em outras situações o salário é pago durante 120 dias, como citado anteriormente.

Auxílio Maternidade para Mãe Desempregada

Ao contrário do que muita gente imagina, é sim possível receber o salário maternidade mesmo no caso de mãe desempregada. Porém, a mãe só terá direito ao salário maternidade caso:

  • Nos últimos 14 meses e meio antes de dar à luz à criança, tenha trabalhado com carteira assinada;
  • Ou, no caso de ter recebido seguro desemprego, esse limite sobe para 26 meses.

Basicamente existe duas possibilidades em que a mãe pode receber o salário maternidade:

  1. Se a mãe não estava grávida quando saiu do último emprego, o auxílio deve ser solicitado diretamente no posto de atendimento do INSS. Respeitando os limites impostos acima de 14,5 meses e 26 meses;
  2. Se a mãe estava grávida e pediu demissão, ou foi demitida por justa causa, poderá solicitar o recebimento do auxílio maternidade em um posto de atendimento do INSS, mas caso ela tenha saído do emprego sem justa causa, o benefício deverá ser solicitado na empresa em que a trabalhadora prestou serviço.

Qual o Valor do Salário Maternidade 2020

O valor do auxílio maternidade 2020 é equivalente ao salário líquido da empregada, mas em casos especiais, como para trabalhadoras avulsas, domésticas, autônomas ou rurais, o valor do salário maternidade funciona de maneira diferente:

  • Para trabalhadoras rurais, o valor do salário maternidade será de 1 salário mínimo para trabalhadoras que comprovem a contribuição pelo carnê do INSS na modalidade de contribuição obrigatória;
  • Para trabalhadoras avulsas, a remuneração será o valor da última remuneração;
  • Para trabalhadoras autônomas, o valor do salário equivale à média dos últimos 12 meses de remuneração.

 

Como Solicitar o Salário Maternidade

A solicitação do Salário Maternidade é muito simples de ser feita. Siga o passo a passo:

Depois de informar os dados do requerimento online, será necessário entregar alguns documentos, como:

  • No caso de adoção, apresentar a nova certidão de nascimento expedida por decisão judicial;
  • No caso de guarda da criança, apresentar o Termo de Guarda, constando que a guarda do dependente se destina à adoção de menor de idade;
  • Para trabalhadoras que se afastarem 28 dias antes de parto, apresentar o atestado médico original de gestante, comprovando o afastamento;
  • Certidão de nascimento ou de natimorto da criança.

CNH Social 2020: Habilitação Popular

0
CNH Social: Habilitação Popular
CNH Social: Habilitação Popular

Hoje, ter uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) não é mais uma questão de luxo e sim necessidade, pois acabou se tornando um requisito para muitas vagas de emprego. Mas, como você mesmo sabe, ela é cara e a cada ano o seu valor aumenta uma vez que, é necessário pagar taxas do Detran e ainda os valores da Autoescola, Prova e outros tipos de exames obrigatórios. O Governo facilitou a vida de milhares de cidadãos ao criar o programa CNH Popular ou como também é conhecido CNH Social que tem, como objetivo, auxiliar aqueles que não têm condições financeiras para pagar todo o processo de retirada da carteira.

CNH Social: Habilitação Popular
CNH Social: Habilitação Popular

Como todo programa, o CNH Social 2020 possui regras. E, para saber quais são os requisitos e quem pode se candidatar é só continuar comigo na leitura deste artigo. Vamos lá?

CNH Social: Quem tem Direito e Requisitos

Para quem precisa tirar a CNH e está com dificuldades financeiras para arcar com os custos do processo pode contar com esse importante programa que o Governo disponibiliza. Para isso, o cidadão precisa se enquadrar em pelo menos um dos requisitos listados abaixo:

  • O candidato deve ser beneficiário do programa Bolsa Família;
  • Estar desempregado, no mínimo, 1 ano devidamente comprovado;
  • Ser portador de alguma deficiência física;
  • Ser ex-presidiário;
  • Nunca ter trabalhado com carteira assinada ou a mesma já ter sido expedida há mais de 1 ano e o candidato não ter trabalhado neste período;
  • Estar matriculado em escola da rede pública de ensino e ainda comprovar que possui bom desempenho curricular, principalmente, no ano anterior ao da inscrição nesse programa;
  • Ser um Segurado Social como, por exemplo, pequeno agricultor rural, cuja receita bruta familiar é de no máximo 2 salários mínimos;
  • E, de modo geral, candidatos que recebem até 2 salários mínimos ou o mesmo ser o valor de sua renda familiar.

* Para provar que o candidato se enquadra em alguma das categorias acima, é necessário que o mesmo já tenha feito cadastro no PIS, comprovando assim a sua situação laboral com a carteira assinada.

Como se Inscrever no CNH Social

Se você se enquadra em algum ou alguns dos requisitos apresentados no tópico anterior deverá se deslocar até uma agência do Detran ou mesmo consultar o site do órgão para verificar se, no seu estado, o programa é realizado.

Para quem reside nos estados do Espírito Santo e Pernambuco já podem consultar o site do Detran e verificar se há alguma informação sobre a abertura de inscrições. Quando o processo de seleção é aberto, o site do Detran já disponibiliza todas as informações necessárias.

Para tanto, o órgão disponibiliza uma página exclusiva, em seu site, para o programa. É importante lembrar que a inscrição no processo é gratuita e, após a sua realização você deverá acompanhar, com frequência, para saber as datas sobre o resultado da seleção e outras informações importantes que podem ser disponibilizadas pelo Detran.

Documentos Necessários para CNH Social 

Para realizar a inscrição no programa é preciso ter alguns documentos em mãos, entre eles:

  • Carteira de identidade (original e cópia);
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Carteira de Trabalho (CTPS);
  • Declaração de renda familiar e comprovante de residência (conta de água, luz e telefone).

Se você for estudante terá que apresentar o boletim escolar, com as notas gerais de cada matéria.

Estados Participantes da CNH Social 2020

Inúmeros estados do Brasil oferecem oportunidade de participação para CNH Social. No entanto, deve-se saber que o programa é do Governo Federal, mas, é o Detran de cada estado que dá a autorização do mesmo.

Confira abaixo os estados que disponibilizarão o programa CNH Social para o próximo ano:

Lembrando ainda que os requisitos de participação do CNH Social podem variar de acordo com o estado.

Vagas para a CNH Social

O número dependerá de cada estado. Mas, de acordo com as últimas edições, as vagas oferecidas foram em cerca de 6 a 7 mil, ou seja, muitas pessoas foram beneficiadas com este importante programa. Desta forma, a CNH Social é um incentivo a diversos trabalhadores a conseguirem maiores chances de trabalho no mercado ou mesmo começarem o seu próprio negócio. Assim, esse programa é importante tanto para os jovens como para adultos.

Vale lembrar que o CNH Social é valido para a primeira habilitação e também a troca de categoria. Em outras palavras, você realiza o seu sonho de se habilitar para pilotar moto e/ou dirigir carro, van, caminhonete, micro ônibus e até carretas.

E, para fechar, se você mora em uma cidade ou região que possui o SEST/SENAT também poderá acessar o site do órgão para verificar se há a disponibilização do programa, pois em algumas cidades como, por exemplo, nos estados da Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás as inscrições são realizadas através dele.

Como faço para saber o Resultado da CNH Social 2020?

Para realizar a matrícula, é importante que você confira o resultado da CNH Social para não perder esse benefício.

O resultado poderá ser conferido no site oficial do Detran do seu estado. Você também possivelmente será informado através do telefone.

Aproveite e compartilhe agora este artigo nas suas redes sociais e divulgue para os seus amigos.

Tabela PIS 2020

0
Tabela PIS 2020
Tabela PIS 2020

Todos os anos, milhões de trabalhadores de baixa renda esperam ansiosamente pela liberação do abono salarial do trabalhador, pago através da Tabela PIS 2020. Esse benefício funciona como uma espécie de décimo quarto salário, pago ao trabalhador do setor privado, seja considerado pelo Ministério do Trabalho como de Baixa Renda.

Esse ano, além das mudanças nos critérios de pagamento do PIS, também já está disponível para consulta a Tabela PIS 2020, com as datas de saque do benefício para retirada em agências da Caixa Econômica Federal.

Tabela PIS 2020
Tabela PIS 2020

Tabela PIS 2020

A tabela de pagamentos do PIS 2020 é divulgada anualmente pela Caixa Econômica Federal, órgão responsável pelos pagamentos do PIS 2020. As datas de saque do benefício são definidas de acordo com a data de nascimento do trabalhador, e o calendário PIS 2020 de pagamentos inicia no mês de julho de 2020 e vai até o dia 30 de junho de 2021.

  • Porque os pagamentos não começam no início do ano?

Porque a caixa Econômica federal depende dos dados da RAIS, entregue pelas empresas pelo Ministério do Trabalho, que é usada como base para definir quem tem direito ao PIS 2020. Como o prazo de entrega da RAIS é até o final do mês de maio, não é possível começar os pagamentos antes disso.

  • Porque os pagamentos não são liberados de uma vez só?

Por dois motivos principais: o primeiro é que os pagamentos distribuídos ao longo do ano reduzem a lotação nas agências da Caixa Econômica Federal, evitando filas e empurra-empurra dentro do banco. O segundo é que o Ministério do Trabalho em mais tempo para averiguar possíveis fraudes de beneficiários, tornando o processo mais transparente.

  • O que acontece se eu não sacar o PIS 2020 dentro do Prazo?

Nesse caso, você perde o direito de sacar o PIS pela tabela PIS 2020. Nesses casos, o dinheiro do trabalhador volta para os cofres do Fundo de Amparo ao Trabalhador, e será usado para ajudar a financiar outros benefícios do Governo Federal.

Calendário PIS 2020

Confira abaixo as datas de pagamento do Calendário PIS 2020 e descubra quando será a sua data de saque do Abono Salarial 2020:

Datas de saque do PIS 2020 em agências da Caixa Econômica Federal
Aniversário Pode Sacar em: Até:
Julho 25/07/2019 30/06/2020
Agosto 15/08/2019 30/06/2020
Setembro 19/09/2019 30/06/2020
Outubro 17/10/2019 30/06/2020
Novembro 14/11/2019 30/06/2020
Dezembro 12/12/2019 30/06/2020
Janeiro e Fevereiro 16/01/2020 30/06/2020
Março e Abril 13/02/2020 30/06/2020
Maio e Junho 19/03/2020 30/06/2020

Valor do PIS

O valor do PIS é de até 1 salário mínimo do ano corrente em que foi liberado. O que significa que o PIS 2019 liberado para o trabalhador ainda em 2019 terá o valor do mínimo desse ano, já os abonos liberados no início de 2020 já serão pagos de acordo com o novo salário mínimo.

Confira a tabela proporcional do PIS abaixo:

Meses trabalhados (dias) Valor Abono
1 (30 a 44) R$ 84,00
2 (45 a 74) R$ 167,00
3 (75 a 104) R$ 250,00
4 (105 a 134) R$ 333,00
5 (135 a 164) R$ 416,00
6 (165 a 194) R$ 499,00
7 (195 a 224) R$ 583,00
8 (225 a 254) R$ 666,00
9 (255 a 284) R$ 749,00
10 (285 a 314) R$ 832,00
11 (315 a 344) R$ 915,00
12 (345 a 365) R$ 998,00

Mas atenção: Só terá direito ao valor integral do PIS 2020 quem tiver trabalhado durante todo o ano de 2019 com a carteira assinada. Para quem trabalhou com a carteira assinada durante apenas parte do ano, ainda será possível receber o benefício, mas esse será proporcional ao tempo trabalhado no ano anterior com a carteira assinada.

Quem tem direito ao PIS 2020

Nem todo mundo terá direito a receber o abono salarial do PIS 2020. Para receber o PIS, é necessário que o contribuinte se enquadre nas 4 regras do Ministério do Trabalho (MTE) para pagamento o abono:

  1. É necessário que o trabalhador, durante o ano anterior, tenha média salarial de até 2 salários mínimos por mês, com carteira assinada. Considera-se nesse cálculo a média dos salários de todos os meses trabalhados com carteira assinada;
  2. É obrigatório que o trabalhador tenha pelo menos 5 anos de cadastro no PIS. Isso não significa necessariamente 5 anos de carteira assinada, mas sim que tenha feito o seu cadastro no PIS/PASEP há pelo menos 5 anos.
  3. É obrigatório que o trabalhador tenha trabalhado por, pelo menos 30 dias no ano anterior para ter direito a receber o abono salarial;
  4. Cobra-se também que a(s) empresa(s) em que o funcionário trabalhou tenham entregue a RAIS, que informa o tempo de serviço e o salário do funcionário, para que esse tenha então direito de receber através da tabela PIS 2020.

Consulta PIS 2020

A consulta PIS pode ser realizada de três diferentes maneiras: pela internet, pelo telefone e em agências Caixa. Confira cada uma dessas formas abaixo.

Pela Internet

A forma mais comum em que a consulta é realizada, é através da internet, no Portal Cidadão Caixa.

  • Acesse o site, clicando aqui;
  • Informe os dados necessários, como o número do NIS e senha da internet;
  • Caso você não possua a senha, poderá cadastrar, clicando em “Cadastrar Senha”;
  • Por fim, clique em “não sou um robô”;
  • E depois, “ok”.

Em Agências Caixa

Outra forma de consultar o PIS é em agências da Caixa Econômica Federal. Para realizar a consulta você precisará ter em mãos:

  • Cartão Cidadão;
  • Documento de Identidade com foto.

Você pode optar por consultar diretamente no Caixa Eletrônico ou então no atendimento do banco.

Pelo Telefone

A última opção de consulta, é através do telefone da Caixa. A central de atendimento funciona de segunda a sexta, das 8h às 22h, e nos sábados, das 10h às 16h.

A ligação é gratuita e pode ser feita através do seguinte número: 0800 726 0207.

Como Sacar o Benefício

Após realizar a consulta do PIS, e verificar o seu saldo, já será possível realizar o saque do benefício. Para isso, você pode optar por algumas das opções:

  • Ir até uma agência da Caixa Econômica Federal com seu documento de identificação com foto;
  • Ou então, ir até um caixa eletrônico com seu cartão cidadão e senha cadastrada;
  • Caso você tenha conta corrente na Caixa, o dinheiro poderá ser debitado automaticamente.

Agendamento Identidade 2020

0
Agendamento Identidade
Agendamento Identidade

Vários órgãos têm transferidos diversos serviços para o ambiente virtual. Isto tem facilitado e muito a vida das pessoas com um estilo corrido, no qual divide seu dia entre trabalho, estudo e atividades da casa. Ultimamente, para fazer a sua carteira de identidade, por exemplo, muitos institutos de identificação têm obrigado fazer, primeiramente, o agendamento Identidade. Abaixo você poderá conferir o procedimento para realizar o agendamento Identidade.

Agendamento de Identidade

Agendamento de identidade – Trata-se da reserva do atendimento para emissão de sua carteira de identidade. Este serviço veio para organizar o atendimento à esta atividade nos postos credenciados, proporcionando uma melhor distribuição dos atendimentos durantes os vários dias da semana. Isto evita que os serviços fiquem superlotados e também agiliza a emissão de sua identidade.

O primeiro passo para agendar o RG é conhecer qual o órgão ou instituição responsável pela emissão deste documento em seu Estado. Geralmente, o órgão que fica responsável por esta tarefa é a Secretaria de Defesa Social, também conhecida pela sigla SDS.

Em alguns estados não é necessário realizar o agendamento de identidade, por isso, o recomendado é que faça contato previamente para saber se necessita ou não. O agendamento já está disponível em inúmeras cidades brasileiras, no entanto, algumas podem estar totalmente excluídas por não ter um site que forneça essa ferramenta de agendamento de identidade.

Por que é Preciso Fazer o Agendamento Identidade?

O avanço tecnológico possibilitou diversas vantagens a todos, no caso dos órgãos públicos tornou-se possível realizar agendamentos e então organizar da melhor forma os atendimentos.

Com o agendamento, os atendimentos diários realizados irão diminuir, assim como, serão realizados com maior qualidade e eficiência.

Quais são os órgãos responsáveis pelo Agendamento Identidade?

Órgãos para fazer o agendamento da sua identidade:

  • Poupatempo
  • Poupatempo RJ
  • Tudo fácil RS

Como Fazer o Agendamento RG

A carteira de identidade é um documento de grande importância para a vivência dos brasileiros. Sem ela, o cidadão não está apto a participar de diversas atividades essenciais, como prestar um concurso, por exemplo. Diferente de uma carteira de habilitação, a identidade não possui data de validade. Entretanto, caso tenha emitido seu RG quando era jovem, pode haver uma necessidade de alterar a foto. Uma dúvida comum aos leigos no assunto é quanto custa para fazer o RG.

Entretanto, a primeira via do documento é totalmente gratuita, como garantido na Lei 12.687/2012. Apenas na emissão da segunda via que é exigido o pagamento de uma taxa.

A segunda via do RG pode ser solicitada ao ter o documento original:

  • Extraviado;
  • Roubado;
  • Ou mesmo quando o seu documento já estiver mais velho.

Dessa forma, para evitar que fique difícil a identificação por conta de uma foto muito antiga, é possível retirar uma segunda via, muito embora esta seja paga.

Veja também:

Documentos para Emitir a Identidade

Após realizar o agendamento de atendimento do RG, é preciso que compareça ao dia e hora informado no sistema. Ao comparecer ao órgão responsável pela emissão da carteira de identidade é preciso que esteja portando alguns documentos essenciais, como:

  • Comprovante de Residência;
  • Foto recente 3×4;
  • Certidão de nascimento (para pessoas solteiras);
  • Certidão de casamento (caso seja casado ou viúvo).

Geralmente, o tempo para pegar carteira de identidade após a solicitação é muito relativo. Isto quer dizer que pode haver diferenças de dias dependendo do órgão em que foi solicitada a identidade. No entanto, geralmente, o tempo necessário para que fique pronta é de 15 dias.

Alteração do Agendamento

Ao fazer o seu agendamento, você será informado sobre o dia, horário e endereço do posto de atendimento onde deverá emitir a Carteira de Identidade.

No entanto, caso a data ou horário não seja compatível com sua disponibilidade é possível realizar o cancelamento do agendamento com até 24 horas de antecedência.

Calendário PIS 2020

0
Calendário PIS 2020
Calendário PIS 2020

O PIS é um benefício concedidos aos trabalhadores de iniciativas privadas. Ele possui o objetivo de fortalecer a renda do País, assim como intensificar a participação dos empregados na vida da empresa. O PIS é pago em diversas datas, portanto é preciso que o beneficiário fique bem informado acerca da sua data de pagamento. Um meio de ficar por dentro dessas datas é pelo calendário PIS 2020. Você sabe do que se trata? Veja o artigo abaixo!

Calendário PIS 2020
Calendário PIS 2020

Calendário PIS 2020

O calendário do PIS 2020 é um meio de comunicação no qual é informado aos beneficiários a data de pagamento do seu benefício. Os pagamentos do PIS são organizados de acordo com o número final do NIS, também conhecido como número de inscrição social. Isto foi feita para que as agências bancárias não tumultuassem com a quantidade de beneficiários tentando receber seu benefício num único dia.

Para que não perca a data de saque, é recomendado deixar o calendário num lugar visível. Para tanto você pode imprimir o calendário PIS 2020 ou também pegar um em alguma agência da Caixa.

TABELA PIS 2019/2020 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (ATUALIZADA)
Calendário PIS 2019/2020 de pagamento para agências da Caixa:
Aniversário Pode Sacar em: Até:
Julho 25/07/2019 30/06/2020
Agosto 15/08/2019 30/06/2020
Setembro 19/09/2019 30/06/2020
Outubro 17/10/2019 30/06/2020
Novembro 14/11/2019 30/06/2020
Dezembro 12/12/2019 30/06/2020
Janeiro e Fevereiro 16/01/2020 30/06/2020
Março e Abril 13/02/2020 30/06/2020
Maio e Junho 19/03/2020 30/06/2020

Veja também a tabela do Abono Salarial 2020, divulgada pela Caixa Econômica Federal.

Quem tem direito ao PIS 2020

Para receber o PIS 2020 é preciso que o trabalhador se encaixe em algumas regras definidas pela Caixa Econômica juntamente com o Ministério do Trabalho. Na ocasião, é preciso obedecer às seguintes diretrizes:

  • Estar cadastrado no PIS por, no mínimo, 5 anos;
  • O trabalhador precisa ter trabalhado com carteira assinada por, pelo menos, 30 dias consecutivos ou não no ano-base;
  • Ter recebido uma remuneração mensal de, no máximo, dois salários mínios durante o ano-base. No caso, não é permitido ultrapassar o valor de R$
  • A empresa empregadora precisa ter entregue aos órgãos competentes a Relação Anual de Informações Sociais, também conhecida pela sigla RAIS;

* Pelas regras atuais do PIS, as Empregadas domésticas não têm direito a receber o Abono Salarial do PIS. Isso porque, como elas mantém vínculo empregatício com pessoa física, não contribuem diretamente com o PIS, portanto não tem direito ao abono salarial pelo calendário PIS 2020.

Valor do PIS 2020

Anualmente, o valor do PIS é definido de acordo com a cotação do salário mínimo. Pelo calendário PIS 2020, o valor do abono salarial foi definido em R$937. Mas vale lembrar que, desde a aprovação da Lei Nº 13.134-2015, que o pagamento do abono salarial é proporcional ao tempo de trabalho com carteira assinada durante o ano base (nesse caso, em 2019).

Dessa forma, a cada mês trabalhador com a carteira assinada durante o ano base, dá direito ao trabalhador a 1/12 do valor do Abono Salarial integral (1 salário mínimo). Por exemplo: se o trabalhador teve 3 meses de carteira assinada, terá direito a 3/12 do valor do Abono Salarial. Se o trabalhador tiver trabalhado durante 7 meses, terá direito a 7/12 do valor do Abono salarial. Se tiver trabalhado durante todo o ano com a carteira assinada, terá direito ao valor integral.

Meses trabalhados (dias) Valor do abono
1 (30 a 44) R$ 84,00
2 (45 a 74) R$ 167,00
3 (75 a 104) R$ 250,00
4 (105 a 134) R$ 333,00
5 (135 a 164) R$ 416,00
6 (165 a 194) R$ 499,00
7 (195 a 224) R$ 583,00
8 (225 a 254) R$ 666,00
9 (255 a 284) R$ 749,00
10 (285 a 314) R$ 832,00
11 (315 a 344) R$ 915,00
12 (345 a 365) R$ 998,00

Atenção: Para efeitos de cálculo do valor do Abono salarial, só se considera o tempo trabalhado com carteira assinada e para a iniciativa provada. Caso tenha trabalhado para o poder público ou para empregador doméstico, esse tempo não será computado no cálculo do valor do Abono Salarial.

Confira como receber seu abono salarial pelo Calendário PASEP 2020, e saque seu abono diretamente pelo banco do Brasil.

Empregada Doméstica tem Direito ao Abono Salarial?

Não. Pela regra atual, as domésticas, cozinheiras, jardineiros, caseiros (entre outros) que forem empregados por pessoa física não terão direito a receber o abono salarial Caixa. Isso porque o valor do abono é destinado a integrar (ou seja, melhora a relação) entre o trabalhador e a empresa. Porém, como o empregado doméstico não presta serviço para empresa, e sim para empregador doméstico (Pessoa Física), não tem direito a receber o abono salarial.

O empregado doméstico, pela condição em que trabalha e tipo de vínculo empregatício que exerce, não se enquadra em 3 das 4 regras do abono salarial:

  1. Não possui cadastro ativo no PIS, pois o empregador doméstico não é obrigado a cadastrar o trabalhador junto ao Ministério do Trabalho;
  2. Não figura na RAIS que deve ser entregue ao Ministério do Trabalho, pois a RAIS é um documento que só deve ser entregue por empresas;
  3. Não possui trabalha com carteira assinada para empresa da iniciativa privada – pois é vinculada a pessoa física.

Dessa forma, o empregado doméstico não terá direito a receber o abono salarial quando o calendário PIS 2020 for divulgado.

Como Sacar o PIS 2020

Como o PIS é um benefício administrado pela Caixa Econômica Federal, seu saque só pode ser realizado em suas agências. Você pode sacar o benefício nas agências da Caixa, correspondente Caixa Aqui e também lotéricas conveniadas à CEF. Como a Caixa é um banco que possui agências em quase todas cidades brasileiras, provavelmente, deve haver alguma próxima a sua residência.

Para sacar nos caixas de autoatendimento, basta apenas que compareça com o cartão do cidadão. Já para sacar no atendimento pessoal e também nos correspondentes Caixa Aqui e lotérica, é necessário que o beneficiário compareça portando o cartão do cidadão e também um documento de identificação com foto, podendo ser uma carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira de habilitação, entre outros.

Como Sacar o PIS
Como Sacar o PIS

Você também pode sacar em lotéricas e agências da Caixa Econômica Federal o Bolsa Família 2020, pago pelo mesmo banco, e pode ser sacado usando os mesmos documentos.

Cotas do PIS 2020

Outra forma de rendimento disponível para o trabalhador que teve a carteira assinada antes de 1988 são as cotas do PIS. Quando o PIS foi criado, em 1970, o benefício funcionava de forma diferente de hoje. Ele era depositado numa conta do trabalhador – de forma semelhante ao FGTS – e gerava rendimentos mensais e anuais, de acordo com a quantidade de dinheiro depositada na conta das cotas do PIS.

Então, se você nunca sacou seu PIS de anos anteriores a 1988, pode ter direito a sacar o rendimento das cotas do PIS. Para sacar, não é necessário respeitar as datas do calendário PIS 2020 – desde que o trabalhador cumpra algum dos requisitos listados abaixo:

  • Seja aposentado;
  • Tenha mais de 70 anos de idade completos;
  • Seja aposentado por invalidez;
  • no caso de militares, esteja na reserva remunerada ou reforma;
  • Seja portador de alguma das doenças da Portaria Interministerial MPAS/MS 2.998/2001;
  • Tenha falecido (nesse caso, a família exerce o direito de sacar as quotas do PIS).

Vale lembrar que, caso o trabalhador já tenha sacado todo o valor das cotas do PIS, não terá direito a sacar os rendimentos do Abono Salarial. Caso o saque dos rendimentos não seja efetuado, o rendimento se incorpora ao valor das cotas, e aumenta os rendimentos para anos seguintes.

Consulta PASEP 2020

0
Consulta PASEP 2020
Consulta PASEP 2020

Se por um lado os trabalhadores com vínculos em empresas privadas possuem o benefício do PIS, por outro, os servidores públicos possuem o PASEP 2020. Trata-se de dois benefícios bem similares, mas destinado a categorias diferentes. Por isso, o trabalhador tem que estar atento a cada detalhe para que, por exemplo, não deixe a data de saque do seu benefício passar, então foi criada uma ferramenta, a consulta PASEP. Então, quer saber o que é, como se cadastrar, o valor e como consultar PASEP? Leia o artigo abaixo.

Consulta PASEP 2020
Consulta PASEP 2020

Consultar PASEP

O PASEP 2020 pode ser consultado de várias formas. Esta é uma utilidade muito almejada pelo Banco do Brasil, que visa cada dia mais oferecer comodidade a seus clientes. O banco do brasil apresenta as seguintes formas de consulta do seu abono salarial PASEP 2020:

  • É possível consultar PASEP no aplicativo da agência, indo numa agência do Banco do Brasil portando um documento de identidade, seu Cartão Cidadão e a sua Carteira de Trabalho;
  • Também é possível ligar para a central de relacionamento do banco pelo seguinte número: 4004 0001 / 0800 729 0001.
  • Outra forma de consulta é pela tabela de pagamento do PASEP divulgada anualmente pelo Banco do Brasil informando precisamente as datas do início de pagamento. Como forma de organização, a tabela é feita de acordo com final da inscrição do PASEP.
  • Outra forma de consultar o saldo do seu PASEP é através do Aplicativo PASEP Banco do Brasil, que permite consultar o saldo do PASEP 2020 diretamente pelo Celular. Para baixar, acesse o Portal BBPasep, e clique na guia “PASEP.

Atenção: O Download do aplicativo BBPasep está condicionado à celebração de convênio com o setor de relacionamento da sua agência bancária do Banco do Brasil.

Calendário PASEP 2020

O banco do brasil também já disponibilizou à consulta ao Calendário de saque do PASEP 2020. O calendário, divulgado nas agências do Banco do Brasil, é estabelecido de acordo com o final da inscrição do PIS/PASEP do servido público – esse número pode ser conferido diretamente na carteira de trabalho, em alguns modelos mais novos de RG, e no cartão Cidadão do servidor público. Confira abaixo a tabela de pagamentos do Abono Salarial 2020 PASEP:

Final de Inscrição (dígito) Início do Pagamento
0 25.07.2019
1 15.08.2019
2 19.09.2019
3 17.10.2019
4 14.11.2019
5 16.01.2020
6 e 7 13.02.2020
8 e 9 19.03.2020
Final do Pagamento do PASEP 30.06.2020

Quem tem Direito ao PASEP 2020

O Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público é um benefício de grande importância para a vivência do povo brasileiro. Trata-se de um recurso também conhecido por abono salarial ou também décimo quarto salário. Ele tem o objetivo principal de integrar os trabalhadores com seus vínculos empregatícios. E também proporcionar uma melhor distribuição de renda em território brasileiro.

Entretanto, não são todos trabalhadores que possuem direito ao beneficio PASEP. É necessário se encaixar nos pré-requisitos definidos pelo Ministério do Trabalho e Banco do Brasil, como:

  • Estar cadastrado há, no mínimo, 5 anos no PASEP. Antes disto trabalhador não poderá ter acesso ao benefício;
  • Ter trabalhado, no mínimo, 30 dias no ano-base, podendo ser consecutivos ou não;
  • Ter recebido no ano-base, no máximo, o valor de dois salários-mínimos a cerca de suas remunerações.
  • A empresa ter entregue o Relatório Anual de Informações Sociais (RAIS) de seus funcionários.

Como se Cadastrar no PASEP

O cadastro no PASEP é muito simples e prático. Este cadastro é realizado apenas uma única vez, por isso não é necessário todas as vezes que for admitido cadastrar-se no PASEP.

Para tanto, basta ir numa agência do Banco do Brasil portando informações básicas, como: data do início de trabalho, rua, bairro, cidade, estado, CEP, telefone, razão social e também o número de inscrição no CNPJ do Ministério da Fazenda.

Como Receber o PASEP

Caso o trabalhador já seja cliente do Banco do Brasil por meio de conta corrente ou poupança, poderá receber o benefício como forma de crédito em conta. Outra forma é por meio de saque nas agências do Banco do Brasil ou crédito na folha de pagamento.

Para receber por meio de saque é preciso que porte o número do PASEP e algum documento de identificação, como carteira de trabalho, carteira de habilitação, rg ou identidade militar.

Está com alguma dúvida sobre como consultar pasep? Fale conosco pelo comentário para que possamos solucioná-las.

Extrato INSS 2020: Consulte Extrato de Benefício INSS

0
Extrato INSS 2020 - Confira como retirar o Extrato do INSS online
Extrato INSS 2020 - Confira como retirar o Extrato do INSS online

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é um importante órgão do Governo Federal que recebe as contribuições de milhares de cidadãos e, em contrapartida, é responsável pelo pagamento de diversos benefícios importantes como é o caso da Aposentadoria, Auxílio Doença, Maternidade e Pensão por Morte. Uma maneira eficiente do segurado manter o controle sobre seu benefício é acompanhá-lo através do Extrato INSS, que permite o segurado da Previdência conhecer melhor a situação de seus benefícios. O Extrato INSS é um documento que possui diversas informações importantes sobre seus benefícios.

Extrato INSS 2020 - Confira como retirar o Extrato do INSS online
Extrato INSS 2020 – Confira como retirar o Extrato do INSS online

O beneficiário do INSS se precisar tem o direito de tirar o extrato dos seus pagamentos seja para conferir os dados e valores, como também apresentar como comprovante, caso seja solicitado, além de conferir a tabela INSS 2020 de pagamentos dos benefícios da previdência.

Como Consultar o Extrato INSS

É claro que existem muitos beneficiários que ainda sentem dificuldade em acessar os programas do Governo pela internet. Mas os mesmos são bem simples e ainda oferecem maior praticidade e agilidade. Pois você o beneficiário pode obter a informação que precisa a qualquer momento e no conforto de casa.

No entanto, se você não esta apto a utilizar esses programas, é possível consultar o Extrato INSS de forma presencial em uma agência da Previdência Social.

Para esta consulta você precisará apenas:

  • Cartão do benefício;
  • Documento de identificação com foto.

Extrato INSS pela Internet

Para fazer a consulta e tirar o extrato do INSS é bem simples e melhor é gratuito. Para isso, você deve:

  • Acessar o seguinte link (https://meu.inss.gov.br/central/index.html#/).
  • Na nova página você deverá escolher a opção “Extrato Previdenciário (CNIS)”.
  • Informe o número do seu Benefício (sem hifens ou pontos), a sua data de nascimento, o seu nome e o número do seu CPF (também sem pontos e hifens).
  • Digite o código de verificação que surgirá em um quadrado cinza;
  • Depois clique em “Visualizar”.

Em seguida, o sistema irá apresentar a informação desejada e se precisar poderá imprimir. Não existe limite de acesso, ou seja, você pode acessar o sistema quantas vezes precisar.

Outra vantagem de consultar o extrato INSS pela internet é que não é necessário aguardar nas filas, nem mesmo fazer o agendamento do INSS para fazer esse procedimento simples.

Extrato do INSS por Telefone

Presencialmente, o extrato do INSS pode ser obtido nos postos de atendimento, como explicado acima. Ou se preferir poderá também fazer a consulta pelo telefone. A Central de Atendimento oferece o seguinte número para ligações: 135. A ligação é gratuita.

Na hora que for ligar, tenha em mãos:

  • Seus documentos pessoais;
  • E o número do beneficio.

Os mesmos serão solicitados durante o atendimento, e dessa forma você agiliza o procedimento de consulta.

Caixas Eletrônicos

Por fim, há também como opção a consulta do benefício por meio de caixas eletrônicos nas agências bancárias. Neste caso, você só precisará utilizar o seu cartão e senha cadastrada para obter a informação desejada.

Cuidados ao Consultar o Extrato INSS

Em qualquer um dos meios disponíveis para se acessar os dados de seu benefício é importante observar e ter alguns cuidados para que não surjam problemas. Em nenhum momento revele o número do seu benefício, senha e CPF a pessoas estranhas.

Você já deve ter observado ou conhece casos em que as pessoas recebem ligações que supostamente são de um representante do Governo ou ainda recebem e-mails que seriam enviados pelos principais órgãos federais.

Entretanto, não só o INSS como qualquer outra autarquia não ligam para os seus beneficiários oferecendo a venda de produtos ou serviços e nem fazem parceria com empresas de cunho comercial. Assim como não solicitam o número do benefício e senha, tanto por ligação quanto por e-mail.

Se, por acaso, vier acontecer com você ou alguém conhecido saiba que são pessoas mal intencionadas que estão utilizando o nome do INSS para obter informações sigilosas com intuitos criminosos.

Jamais informe os seus dados. Entre em contato pelo telefone 135 para denunciar este tipo de crime, que tanto te protegerá, como também aos demais beneficiários do sistema.

Consulta PIS pela Internet 2020

0
Consulta PIS pela Internet - Como consultar o PIS pela internet e aplicativos
Consulta PIS pela Internet - Como consultar o PIS pela internet e aplicativos

Consulta PIS pela Internet 2020 – O PIS é um benefício do Governo Federal oferecido aos trabalhadores da iniciativa privada que estão devidamente cadastrados no programa. Todos os anos, eles recebem o valor referente ao salário mínimo, em vigor, que podem usufruir como quiser. Este modelo de abono salarial é um incentivo para milhares de trabalhadores que tem o direito ao PIS. E, como a internet faz parte do nosso dia-a-dia, é possível realizar a Consulta PIS pela Internet 2020 sem sair de casa.

Consulta PIS pela Internet - Como consultar o PIS pela internet e aplicativos
Consulta PIS pela Internet – Como consultar o PIS pela internet e aplicativos

Além disso, existem outras maneiras de consultar o PIS, como comparecendo à agência da Caixa com o cartão do cidadão, ou até mesmo ligando para a central do Cidadão da Caixa, pelo número que indicaremos abaixo. O importante é que você não perca o direito a esse benefício, que é tão importante para a renda do trabalhador brasileiro.

Consulta PIS pela Internet 2020?

A Consulta PIS pela Internet 2020 é muito simples. Você precisará:

  • Acessar o site da Caixa Econômica Federal;
  • Depois clicar no botão, a direita de sua tela, “Consultar Pagamento”.
  • Nesta área, o sistema lhe pedirá para que informe o número do seu PIS e sua senha da internet.

Mas, se você não possui ainda a senha é fácil de conseguir uma.

  • Ainda nesta tela, informe o número do seu PIS e;
  • Clique no botão “cadastrar senha” para que o próprio sistema te direcione para uma página de cadastramento de senha da internet.
Portal do Cidadão - Consulta Pela Internet do PIS
Portal do Cidadão – Consulta Pela Internet do PIS

Nesta página, você precisará clicar em “aceito” que está na parte de baixo da tela. Ao ser direcionado, informar os seguintes dados:

  • A senha do seu Cartão Cidadão e;
  • A senha da internet que deseja criar.

Após este rápido e simples procedimento, é só confirmar a senha criada.

Ao fazer o login no sistema, você poderá consultar não só o PIS, mas também diversos outros benefícios pagos pela Caixa, como o Salário Maternidade, o Bolsa Família e o Seguro Desemprego.

Consulta PIS pelo Aplicativo

Os aplicativos facilitam a realização de diversas tarefas na internet. Para quem deseja consultar tanto o saldo ou extrato, como também o próprio calendário do PIS 2020 pode fazer a sua pesquisa na própria loja do seu smartphone.

Em sua “store” é possível encontrar o aplicativo da Caixa e o Calendário do PIS 2020 (onde também poderá consultar o PASEP 2020 e ainda saber se tem direito ou não a receber o abono). Como todo APP, basta:

  • Fazer o download em seu aparelho e;
  • Acessar para ter as informações necessárias.
Consulta PIS pelo Aplicativo
Consulta PIS pelo Aplicativo

Para utilizar o aplicativo da Caixa é necessário que já tenha o seu cadastro e/ou conta aberta na instituição para realizar as suas consultas. Ou seja, se você já tem acesso ao Internet Banking da agência economizará  tempo para obter as informações uma vez que, o PIS é de responsabilidade da Caixa.

Consulta do PIS na Agência

Ainda existem muitos trabalhadores que realizam a consulta do seu beneficio nas agências da Caixa Econômica Federal e nas Casas Lotéricas. Alguns deles preferem este procedimento por desconhecerem que é possível realizar a mesma consulta pela internet ou porque não tem acesso em casa.

Em casos como este, você precisará levar consigo:

Esses documentos devem ser apresentados no momento do Atendimento Pessoal, onde você receberá todas as informações necessárias sobre o seu PIS.

Consulta do PIS na Agência
Consulta do PIS na Agência

Mas, se você ainda não tiver o seu Cartão Cidadão é muito simples adquiri-lo. É só fazer a solicitação na Caixa. Para isso, é necessário apresentar:

 

  • Um documento de identidade;
  • Sua carteira de trabalho e;
  • Um comprovante de residência.

A solicitação do cartão é gratuita e tem um prazo, em torno, de 1 mês para que fique pronto.

Após esse período você deverá retornar na agência onde solicitou o cartão para retira-lo. Com ele em mãos, precisará fazer o desbloqueio, o qual é bastante simples: através do caixa eletrônico do próprio banco ou, se preferir, com o auxílio de um atendente.

Para Fechar

O PIS é um direito do trabalhador que serve de incentivo e o auxilia nos gastos e investimentos mais urgentes. Não perca o seu direito, afinal você receberá um abono no valor do salário mínimo em vigor, ou seja, R$ 998,00. Aproveite e faça um bom uso!

Resultado OAB 2020: Consultar Lista de Aprovados, Gabarito OAB

0
Resultado OAB 2020
Resultado OAB 2020

Todos os anos, centenas de Bacharéis em direito se inscrevem no Exame da Ordem nacional doas advogados em busca do número CNA OAB, em uma das provas consideradas das mais rígidas do país, para selecionar apenas os melhores profissionais para seguirem na carreira da advocacia e do direito. O resultado OAB 2020 é aguardado sempre com muita expectativa, afinal a aprovação no exame é mandatória para que se possa praticar o exercício do Direito.

A prova da OAB ocorre sempre em duas etapas, conforme mencionado edital, a primeira com questões objetivas, para testar os conhecimentos sobre questões legais, e a segunda parte da prova com questões sobre a prática profissional do direto.

Resultado OAB 2020
Resultado OAB 2020

Resultado Exame OAB 2020

Todos os exames da OAB são efetuados pela Fundação Getúlio Vargas – FGV – a fundação responsável pelas provas, editais, inscrição na OAB, e pela divulgação do resultado OAB 2020, bem como a divulgação de seu gabarito.

Nesse ano serão realizados 3 exames – o primeiro exame já foi realizado no início do ano, o segundo exame que, em breve, deverá ter seu gabarito e resultado divulgados, e um terceiro exame, a ser realizado entre Setembro e Outubro, do qual ainda não há previsão para divulgação de seus resultados.

Como Consultar Gabarito OAB

A Fundação Getúlio Vargas divulga os gabaritos e editais de suas provas a cada exame unificado de acordo com a região de atuação do profissional. Assim que uma prova é finalizada, é possível encontrar os gabaritos de seus cadernos no portal da fundação através do link http://oab.fgv.br/, e informar o Estado de atuação de sua área profissional.

No último exame Unificado da OAB já é possível consultar os gabaritos dos 4 cadernos de provas da OAB, bem como editais anteriores e muito mais.

Essas informações ficam armazenadas na página da FGV Projetos, que é responsável por divulgar os resultados da Ordem desde 1996.

Como Consultar o Resultado da OAB

Da mesma forma que os gabaritos da OAB, os resultados também podem ser consultados através da página da FGV Projetos. Estes, porém, para consulta, requerem que o candidato já tenha terminado as duas fases da prova – tanto a objetiva quanto a de prática profissional.

A consulta deve ser feita inserindo-se:

  • O CPF do candidato para se ter acesso das informações acerca do seu desempenho no exame da OAB;
  • Bem como as instruções para prosseguir com a sua inscrição na instituição caso tenha sido aprovado.

É possível também consultar através da página de acompanhamento do candidato, nas qual se encontra também uma lista dos aprovados em exames que já terminaram seu processo seletivo. Para ter acesso à essa lista, você precisa acessar a área do candidato através do:

  • Seu número de CPF e;
  • Sua senha cadastrada – a mesma usada para fazer a sua inscrição na prova do exame da OAB de 2020.

Agendamento Seguro Desemprego – Como Agendar

0

Com a expansão da internet, muitos dos serviços que antes teríamos que ir até uma agência foram transferidos para simples e fáceis portais. Além de ajudar a população, a transferência desafogou muitos dos estabelecimentos que antes viviam lotados para fazer, por exemplo, um agendamento seguro desemprego. Então, quer saber como realizar o agendamento seguro desemprego? Aprenda de uma forma rápida e fácil neste artigo!

"<yoastmark

Seguro Desemprego

O seguro desemprego 2020 é um benefício de extrema importância na vida do trabalho, pois, muitas vezes, é a única forma de sobrevivência daquela família enquanto não arruma outro emprego.

Quem tem Direito ao Seguro Desemprego

Para fazer o agendamento, primeiramente é necessário saber quais as regras deste Seguro. Confira abaixo:

  • O trabalhador deverá exercer a atividade remunerada por 12 meses no mínimo, para solicitar o primeiro seguro;
  • Se ele estiver solicitando pela segunda vez, deverá trabalhar no mínimo por nove meses;
  • Já se estiver solicitando pela terceira vez, precisará ter trabalhado por seis meses.

Agendamento Seguro Desemprego

O agendamento do seguro desemprego online facilitou muito a vida dessas pessoas que antes precisavam se deslocar para outra cidade para fazer esta simples tarefa. Isto porque a solicitação de entrada no seguro desemprego é realizada em agências do Ministério do Trabalho e Emprego, portanto nem todas as cidades dispõem de uma unidade.

Muitos órgãos públicos e agências bancárias já estão disponibilizando o serviço de agendamento de atividade online a disposição de seus clientes para que os estabelecimentos não fiquem amontoados de filas para resolver questão que durariam apenas alguns minutos. A consulta pelo benefício pode ser feita diretamente pelo portal do MTE, na seção de atendimento.

O sistema de agendamento deste benefício está presente em todas as regiões e capitais brasileiras. Pode existir alguns estados que possuem disponível agendamento em cidade do interior.

Confira abaixo como esse procedimento pode ser realizado:

Como Agendar Seguro Desemprego pela Internet

Fazer o agendamento do seguro desemprego pela internet é simples, fácil e rápido. Isto porque o site do Ministério do Trabalho foi estruturado para atender todo tipo de público, desde os mais leigos até os mais experientes.  O agendamento só exige que o usuário tenha um pouco mais de atenção no preenchimento dos formulários, pois, por exemplo, uma letra errada pode complicar todo o processo de agendamento do seguro desemprego.

Para fazer o agendamento para receber o seguro desemprego basta apenas que siga os passos descrito abaixo!

    1. Primeiramente, acesse o site do Ministério do Trabalho SAA – Sistema de atendimento agendado pelo seguinte endereço: http://saaweb.mte.gov.br/inter/saa/pages/agendamento/main.seam.
    2. Ao abrir, você dará de cara com um formulário de preenchimento. Cada etapa só é liberada com o preenchimento da primeira.
      Agendar atendimento ministério do trabalho
      Agendar atendimento ministério do trabalho
    3. Portanto, preencha o estado em que deseja atendimento. Logo em seguida, o município e depois a unidade de atendimento.
    4. No tipo de atendimento, o usuário deve a opção ‘entrada no seguro desemprego’ e clicar em ‘prosseguir’.
    5. Em outra página, o usuário deve informar o número de seu CPF, a data de nascimento e, por fim, o telefone de contato. Clique em ‘prosseguir’
    6. Nesta página você terá a disposição um calendário com as datas disponíveis para agendamento seguro desemprego. Escolhido o dia, basta apenas concluir!

Caso o trabalhador não possa comparecer na data que foi marcada, o sistema ainda dispõe de um serviço de remarcação para outra que ele possua disponibilidade.

Ainda neste mesmo sistema do Ministério do Trabalho, o usuário pode marcar datas para emissão de carteira de trabalho, RAIS, CAGED, abono salarial e recurso seguro desemprego.